Tags

Desktop / Laptops

Testamos: Positivo Vision i15 se destaca por iluminação ao lado da webcam

Créditos: Divulgação / Positivo
26 fevereiro, 2024
Bianca Bellucci

A Positivo, marca nacional especializada em dispositivos de tecnologia, ampliou sua linha de notebooks em outubro de 2023. O Positivo Vision i15 chegou ao mercado com preço a partir de R$ 2.299 – depende das configurações escolhidas pelo usuário. A redação do 33Giga recebeu o produto para testes e expõe suas impressões após 15 dias de uso.

Quer saber tudo sobre Universo Sugar? Clique aqui e compre o e-book O Guia dos Sugar Daddy & Sugar Babies por apenas R$ 10

Destaque para videochamadas

O principal diferencial do Positivo Vision i15 são as duas barras de iluminação em LED, posicionadas ao lado da webcam. Na era das videoconferências, o recurso com três níveis de intensidade permite realizar reuniões com boa visibilidade mesmo em ambientes mais escuros.

Durante os testes do 33Giga, o aparelho foi usado para participar de uma chamada via Microsoft Teams e outra via Google Meet. Em ambas, a transmissão ocorreu com pouquíssimos travamentos. Vídeo e áudio apresentaram bom desempenho – e as luzes realmente contribuíram para a visibilidade.

A mesma boa impressão se tem ao usar o produto para entretenimento. A tela de 15,6 polegadas – que pode ser HD (1366 x 720 pixels) ou Full HD (1920 x 1080 pixels) – entrega imagens nítidas para assistir a vídeos no YouTube e em serviços de streaming. O áudio completa a experiência, com um som claro e sem chiados, mesmo com a altura em seu máximo.

Raio-X do Positivo Vision i15

  • Tela: 15,6 polegadas com resolução HD ou Full HD (antirreflexiva)
  • Processador: Intel Core i3 ou Intel Core i5, ambos de 11ª Geração
  • Memória RAM: 8 GB ou 16 GB (ambas expansíveis até 32 GB)
  • Armazenamento: SSD M.2 NVM e SSD ou HDD SATA
  • Bateria: 44 Wh
  • Webcam: 720p HD com duas faixas de LED
  • Conectividade: Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 5.0
  • Portas: duas USB-A 3.2, uma USB 2.0, uma HDMI e um leitor de cartão microSD
  • Sistemas operacionais: Windows 11 Home ou Linux Debian
  • Dimensões (L x A x P, em cm): 36 x 25 x 1,99
  • Peso: 1,7 kg
  • Preço sugerido: a partir de R$ 2.299
  • Site oficial:

Personalização em pauta

O Positivo Vision i15 está disponível em diferentes versões, para que o usuário possa escolher aquela que melhor se adequa à sua rotina. O notebook está à venda, por exemplo, com o processador Intel Core i3 ou Intel Core i5, ambos de 11ª Geração. Também é possível optar por 8 GB ou 16 GB de memória RAM, sendo ambas expansíveis até 32 GB, e sistema operacional Windows ou Linux.

Outra vantagem gira em torno do armazenamento, que conta com dois espaços: um para um SSD NVMe (PCIe Gen 3) e outro para uma mídia de 2,5 polegadas compatível com SATA 3. Isso significa que os usuários podem expandir o armazenamento como desejar, até mesmo com um HDD.

A versão recebida pela equipe do 33Giga contemplava Intel Core i5 de 11ª Geração, 8 GB de RAM, 512 GB de armazenamento e Windows. Nos testes, o conjunto não apresentou dificuldades para executar tarefas cotidianas – segmento para o qual o laptop é indicado –, como abrir várias abas no navegador e rodar vídeos ou jogos.

Em relação ao design, a máquina está disponível na cor cinza e tem, de forma discreta, o logotipo da Positivo em relevo na tampa. Conta com um pequeno pé para deixá-lo levemente inclinado e mais confortável para digitação. Ainda vale destacar que é fino (apenas 1,99 cm de espessura) e pesa 1,7 kg, o que o torna prático para levar em uma mochila ou bolsa.

A bateria de 44 Wh do Positivo Vision i15, por sua vez, promete até oito horas de autonomia. Na prática, contudo, não é bem assim. Nos testes, o laptop aguentou, no máximo, cinco horas longe da tomada.

Pontos negativos do Positivo Vision i15

Embora seja um notebook cumpridor para trabalho híbrido ou educação a distância, o Positivo Vision i15 apresenta pontos negativos. Um deles é o pop-up com anúncios da marca que aparece toda vez que o usuário liga o computador. Embora seja possível desabilitá-lo, o procedimento deve ser feito via configurações – algo chato e pouco prático.

O produto também vem com uma série de programas instalados, como Norton 360 e o pacote Office. O problema nesse caso é que o acesso é limitado a até 30 dias. Após o período, é necessário pagar a licença. Caso não queira, o usuário tem duas saídas ruins: deixar os softwares ocupando um espaço desnecessário do armazenamento ou perder tempo desinstalando tudo.

Por fim, o mouse apresenta um desempenho misto. Embora o touch seja sensível ao toque, os botões são duros e, nem sempre respondem aos comandos. O teclado, no entanto, tem teclas macias que cumprem muito bem seu papel.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.