Testamos: Tablet M10A tem desempenho intermediário e custa R$ 750 Testamos: Tablet M10A tem desempenho intermediário e custa R$ 750

Na linha dos intermediários, o tablet M10A da Multilaser oferece um processador de 1.3GHz e bateria de longa duração a um preço sugerido de R$ 750 – apesar de já ser encontrado por muito menos na internet. Mesmo pecando em alguns aspectos que são decisivos para os usuários mais exigentes, o modelo pode ser uma boa pedida para quem procura por um produto portátil, mas com telona, para checar as redes sociais e as notícias do dia.

Leia mais:
Plataforma transforma PC, smartphone e tablet em um “único dispositivo”
5 aplicativos para ler quadrinhos em smartphones e tablets Android
Conheça as diferenças entre Wireless, Wi-Fi, 3G e 4G

De aparência não muito caprichada, o tablet da Multilaser tem traseira, laterais e mesmo a parte da frente feitas de materiais que aparentam fragilidade. Por outro lado, seus 350 gramas totais facilitam a locomoção do produto em bolsas e mochilas, enquanto as dimensões (2,5 x 15,0 x 9,9 centímetros) são agradáveis e convenientes para realizar tarefas básicas do dia a dia online.

A tela de 10 polegadas oferece uma experiência realmente intermediária. Ela é bastante adequada para a navegação nas redes sociais, leitura de e-mail e textos. Mas o display não é muito claro, o que prejudica a visualização de imagens e reproduções mais escuras. Além disso, durante os testes do 33Giga, o produto deixou as imagens opacas ou com um aspecto esquisito, como se elas não tivessem sido carregadas completamente.

Raio-X


Nome: Multilaser M10A
Sistema Operacional: Android 6.0
Tela: 10 polegadas (1280×800)
Armazenamento: 16 GB (expansível até 32 GB com cartão microSD)
Processador:  quad-core de 1.3 GHz
Câmera (principal e frontal): 5 megapixels e 2 megapixels
Dimensões (L x A x P em cm): 2,5 x 15,0 x 9,9
Peso: 350 gramas
Preço sugerido: R$ 750
O que anima:  duração da bateria e áudio
O que decepciona:  qualidade da tela e especificações das câmeras
Site:  Multilaser

Quanto ao hardware, o tablet da Multilaser conta com processador quad-core de 1.3 GHz, RAM de 2GB e 16GB de armazenamento interno, o que garante uma navegação agradável e espaço para o usuário baixar os aplicativos que precisar. A experiência de áudio não impressiona, mas cumpre sua função em plataformas como Spotify e YouTube.

O modelo também é equipado com um jogo de câmeras bem básico:  5 Megapixels na traseira e 2 Megapixels na frontal. Dessa forma, como já é de se esperar pelas especificações, ele oferece fotos de baixa qualidade e fica devendo desempenho para quem curte clicar de tudo para colocar nas redes sociais.

Do outro lado da balança, a bateria levanta a estima pelo modelo. Com 5.000mAh, ela aguenta firme o tranco do uso do dia a dia (Facebook, YouTube, Google) por cerca de seis horas. Característica que pode ser vantajosa para quem trabalha na rua ou quer assistir a filmes e ler livros digitais no transporte público na volta para casa, por exemplo.

Entre o restante especificações estão um Android 6.0 praticamente puro, entrada para dois chips, lanterna, conexões 3G e Wi-Fi, além de Bluetooth. O M10A também faz chamadas com qualidade de smartphone. Veja mais detalhes do tablet na galeria:

 
 
<
>

 

Menu