Tags

Startups

Veja 3 startups de IA para ficar de olho em 2024

Créditos: https://depositphotos.com/br/in
22 dezembro, 2023
Da Redação, com assessoria

A busca por soluções que utilizam inteligência artificial tem ganhado força nas empresas. De acordo com o relatório Futuro do Trabalho, elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, mais de 75% das companhias participantes do levantamento buscam implementar ferramentas de IA nos negócios. Com um mercado aquecido e maior grau de maturidade de transformação digital, o cenário é positivo para as startups que desenvolvem produtos e serviços com base nesta tecnologia.

“As principais vantagens estão relacionadas ao aumento das métricas de eficiência, à redução de custos e à geração de insights valiosos, que podem orientar escolhas mais assertivas. A orientação por dados e a metodologia agile, adotadas por muitas corporações, convergem no impulsionamento do ecossistema empreendedor, que cada vez mais investe em novidades que utilizam como base a inteligência artificial”, explica Ivan Yoon, Head de Investment & Portifolio da Wayra Brasil, CVCs (Corporate Venture Capital) da Telefônica/Vivo no País.

A seguir, conheça três startups de IA e suas projeções, para ficar de olho em 2024.

Quer saber tudo sobre Universo Sugar? Clique aqui e leia o e-book O Guia dos Sugar Daddy & Sugar Babies

1. RankMyApp

Especialista global em inteligência de marketing e gestão de mídia para aplicativos mobile, a RankMyApp está apoiando empresas a gerar resultados ao desenvolver soluções de Mobile Intelligence e Mídia Performance que oferecem uma visão 360º dos negócios. Com mais de 600 clientes, em 17 países, entre eles Itaú, Didi, Magazine Luiza e Vivo, a startup conta com investimentos da Wayra Brasil. Com uso da IA Generativa e orientação a dados, a RankMyApp resolve problemas de eficiência e estratégia para empresas que buscam maximizar sua presença e performance em plataformas mobile.

“Recentemente, lançamos dois produtos que usam IA como base. Um deles, é o ReplyGPT, com foco em uma maior eficiência na interação com usuários de aplicativos, a partir do uso de modelos treinados de inteligência artificial e engenharia de prompts para que a API realize a leitura e classificação de comentários dos usuários nas páginas de apps, 100% baseadas no tom de voz da marca do cliente. O segundo é o E-AI CMO Mobile, que gera análises SWOT, técnica de planejamento estratégico utilizada para identificar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças relacionadas à competição em negócios, por meio de IA Generativa. Com o recurso, é possível melhor direcionar as estratégias de otimização de ações para crescimento e garantir maior visibilidade da marca cliente no GooglePlay e AppStore”, garante Leandro Scalise, CEO da startup.

Em 2022, a startup cresceu 32%. Neste ano, alcançou o breakeaven, ao igualar os custos e despesas operacionais à receita. “Para 2024, a meta é crescer 30% sem sair do breakeven”, afirma o CEO.

2. GamerSafer

A GamerSafer é uma startup fundada pelos brasileiros Maria Oliveira Tamellini e Rodrigo Tamellini no Vale do Silício, que desenvolve soluções de cibersegurança para o mercado de games, esportes eletrônicos (eSports) e comunidades online. Com investimentos da Wayra Brasil, a GamerSafer combate crimes, fraudes, criação de contas falsas e comportamentos tóxicos nessas plataformas, por meio do uso de inteligência artificial. A startup conta com uma solução de identidade digital que verifica e autentica usuários com o uso de IA (mais especificamente, soluções focadas em visão computacional e inferência de dados), que torna os ambientes de jogos eletrônicos mais seguros.

“Este ano, chegamos a marca de 15 milhões de jogadores protegidos em 67 países. Todos os dias, processamos mais de 300 mil inferências de nossos serviços, o que representa um crescimento de 600% em 2023. Para 2024, a expectativa é crescer pelo menos mais 500% na taxa de uso dos nossos serviços e alcançar 50 milhões de players protegidos”, aponta Rodrigo.

3. Beegol

A Beegol, startup de software para melhorar conexões de internet, que conta com investimentos da Wayra Brasil, tem duas linhas de negócios baseadas em inteligência artificial: a Beegol Network e Beegol Insights. A primeira melhora a qualidade do serviço de internet utilizando IA para diagnosticar fim a fim os problemas de rede na prestação de serviços e resolvê-los remotamente. A segunda utiliza IA para maximizar vendas, definindo os melhores produtos para cada perfil de cliente e encontrando os fatores que mais alavancam a conversão.

“Com uso de IA no desenvolvimento dos nosso serviços, conseguimos reduzir significativamente o número de chamadas em call center e visitas técnicas, solucionar o problema real do cliente no menor tempo possível, e melhorar a qualidade de experiência do usuário, reduzindo, assim, o churn, ou seja, o número de clientes que cancelam serviço em um determinado período de tempo. A IA também nos ajuda a prever a demanda de cada cliente, recomendar novos produtos de forma personalizada e analisar grandes massas de dados para encontrar oportunidades de aumento de vendas em nível granular”, explica André Monlevade, COO da Beegol.

Até o final de 2023, a startup deve dobrar o faturamento em relação a 2022. “Estamos terminando o ano com cerca de 5 milhões de modems monitorados pela nossa plataforma com clientes em três continentes. Para o próximo ano, a meta é aumentar de três a quatro vezes o faturamento e chegar a mais 20 milhões de modems monitorados, incluindo a expansão para duas das maiores operadoras de banda larga na Europa e Estados Unidos”, acrescenta André.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.