Divulgação/Sony
Sony Z3+: Câmera e bateria excelentes por preço salgado Sony Z3+: Câmera e bateria excelentes por preço salgado

Sony Z3+: Câmera e bateria excelentes por preço salgado

CelularesReviews 24 de fevereiro de 2016 Leo Alves

O Xperia Z3+ é a aposta da Sony no nicho abaixo dos tops de linha do mercado de smartphones. Embora tenha sido lançado em 2015 como o principal aparelho da empresa no Brasil, esse posto agora pertence ao Z5, mais robusto e caro que o aparelho deste teste. Ele não é barato, com seu preço estimado de R$ 3000 no site oficial da fabricante, mas compensa o valor com um ótimo desempenho, uma câmera surpreendente e uma bateria que dura bastante.

A primeira impressão do Z3+ é seu design. Fino e extremamente bem acabado em vidro e alumínio, o aparelho tem visual premium, condizente com seu preço. Mas a desvantagem é que essa característica o deixou bastante liso, sendo necessário tomar cuidado para não deixar o aparelho cair, ou escorregar do bolso da calça, por exemplo. Uma simples capinha de borracha já é o suficiente para amenizar essa situação.

Raio-X


Nome: Sony Xperia Z3+
Tela: Full HD 1080p de 5,2 polegadas
Armazenamento: 32 GB
Processador: Qualcomm Snapdragon 810 octa-core de 64 bits, com quatro núcleros de 2.0 GHz + quatro de 1.5 GHz
Dimensões: 14,6 cm (altura) x 7,9 cm (largura) x 6,9 cm (espessura)
Peso: 144 g
O que anima: câmera excelente, bateria duradoura, aprova d’água e poeira
O que decepciona: suja com facilidade, esquenta muito, bastante liso
Preço: R$ 3000
Site oficial: http://goo.gl/QpjP1B

Em termos de desempenho o Z3+ não decepciona em nada. Mesmo reproduzindo jogos pesados, como o Asphalt Nitro, o aparelho foi bem, não apresentando nenhum travamento. Seu único problema foi ter esquentado muito ao rodar apps maiores ou visualizar um vídeo, por exemplo. Por falar em vídeos, ao reproduzi-los é que o smartphone mostra toda a capacidade de sua tela Full HD de 5,2 polegadas. Todas as imagens são extremamente nítidas e cada detalhe é fielmente reproduzido.

Outro destaque vai para suas câmeras. Tanto a frontal de 5 MP, quanto a traseira de 20,7 MP, produzem fotos sensacionais em ambientes claros ou escuros. Fotografar uma paisagem em um dia iluminado com o Z3+ é surpreendente, tamanha a qualidade das imagens. Selfies também ficam ótimas com o aparelho, mas por não ter flash na câmera frontal, seu desempenho é melhor em ambientes iluminados. A traseira tem mais uma característica interessante na hora de filmar, pois consegue fazer filmes em 4K e até em câmera lenta.

Nos testes do 33Giga quem também surpreendeu foi a bateria. Carregando o aparelho durante a noite, ela foi capaz de aguentar um dia de uso relativamente intenso. Usuários que não assistem muitos vídeos, ou que não jogam e usam moderadamente o smartphone, podem conseguir até dois dias de uso sem dificuldades. Existem também dois modos de economia no Z3+ que podem estender ainda mais a autonomia: o Stamina e o Ulta Stamina. O primeiro tenta reduzir o consumo da bateria quando ativado, desligando por alguns minutos as conexões do aparelho. Já o segundo é mais radical e deixa apenas funções essenciais, como telefone, SMS, contatos, câmera e rádio FM, ativadas.

Por mais que oficialmente o Z3+ não seja o top de linha da Sony, fica claro pelo seu design e desempenho que ele pode atender, perfeitamente, a maioria dos usuários. O fato de ser dual-chip também é um diferencial interessante, assim como sua proteção aprova d’água e poeira. Por R$ 3000 seu preço é um pouco proibitivo, mas não é raro encontrar o aparelho com preço inferior a esse na internet. Mesmo caro, suas qualidades são superiores aos defeitos, e o Z3+ é uma ótima opção de Android no mercado nacional.

 
 
<
>
Menu