Crédito: Divulgação/Sony
Sony Xperia Z5: Um exagero em câmera, desempenho e preço Sony Xperia Z5: Um exagero em câmera, desempenho e preço

A Sony o define como a melhor câmera do mundo, em seu site oficial. De fato, as imagens captadas pelas lentes do Xperia Z5 são surpreendentes. Mas suas qualidades vão além de uma foto espetacular, ou uma selfie perfeita. O smartphone é um excelente top de linha, embora acabe cobrando demais e entregue quase as mesmas qualidades que seu irmão (mil reais) mais barato, o Z3 +.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para [email protected] e suas questões podem ser respondidas

O visual do Z5 é digno de um celular de sua faixa de preço, que possui valor divulgado pela fabricante de R$ 4 mil. Sua montagem é exemplar, e seu acabamento metálico conferem uma robustez maior que o Z3+, que acaba sendo extremamente liso e frágil por ter uma traseira de vidro.

Raio-X


Nome: Sony Xperia Z5
Sistema Operacional: Android 5.1.1 Lollipop
Tela: Full HD 1080p de 5,2 polegadas
Armazenamento: 32 GB
Processador: Qualcomm Snapdragon 810 octa-core de 64 bits, com quatro núcleros de 2.0 GHz + quatro de 1.5 GHz
Câmera (traseira e frontal): 23 megapixels e 5 megapixels
Dimensões: 14,6 cm (altura) x 7,2 cm (largura) x 0,73 cm (espessura)
Peso: 154 g
O que anima: câmera excelente, aprova d’água e poeira, desempenho satisfatório
O que decepciona: preço alto, esquenta muito, bastante liso
Preço: R$ 4000
Site oficial: http://goo.gl/jSCGVj

Em termos de desempenho, o Z5 também não deixa a desejar. As tarefas cotidianas são feitas sem nenhum problema no aparelho, e nem mesmo jogos pesados como o Sniper 3D afetam o celular. Um único incomodo que é notado quando se exige muito do Z5 é o sobreaquecimento. Não é raro o smartphone nipônico esquentar, o que é um pouco frustrante se tratando de um dispositivo tão caro.

Outro ponto que merece destaque no aparelho da Sony é sua tela. Com 5,2 polegadas e resolução em Full HD (1080p), ela pode não ter a maior qualidade em pixels do mercado, mas não decepciona. Pelo contrário. Assistir um vídeo em alta definição, ou um filme, é um deleite para os olhos.

De maneira geral, a convivência com o Z5 é agradável, mas talvez não justifique a diferença de preço para o Z3 +, que compartilha a mesma tela e processador da versão top de linha, com a diferença de ser dual chip, coisa que o Z5 não é. Porém, o celular não é decepcionante, mas é inevitável não lembrar de seu irmão mais velho (e barato), com tantas semelhanças entre os dois.

 
 
<
>

 

Menu