Reprodução
Testamos: Por R$ 630, roteador D-Link DIR-878 deixa sua internet Wi-Fi realmente mais rápida Testamos: Por R$ 630, roteador D-Link DIR-878 deixa sua internet Wi-Fi realmente mais rápida

O famoso “Wi-Fi grátis” que a NET (e outras fornecedoras de internet) oferece é golpe. Isso porque – com perdão da repetição – o “Wi-Fi grátis” nada mais é do um roteador embutido no modem que transmite o sinal da rede para dispensar os fios.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

O problema é que esse roteador é bem do vagabundo. Basta um técnico da empresa aparecer em sua casa ou escritório para garanti isso. E é por isso também que, quando se liga para reclamar do sinal de internet, o atendente pede para fazer os testes utilizando um cabo que conecte o modem ao computador.

Nesses casos, muitas vezes e como mágica, a velocidade da internet realmente aparece como o contratado. Aqui, um aparte: muitas vezes, mesmo com cabo, a taxa de transferência segue baixa e aí o problema é da operadora e o cliente tem muito pouco a fazer — ele pode tentar trocar de operadora, abrir uma chamado na Anatel (se a empresa não for a VIVO, que sempre manda às favas os chamados), acender vela ou colocar o nome da companhia na boca do sapo.

Raio-X

Nome: DIR-878

Processador: Dual Core de 1GHz

Antenas: 4 de 5dBi cada

Preço: R$ 630

Site oficial: aqui

A solução

Agora, se com o cabo a velocidade aparece como a contratada, a melhor sugestão para se livrar dele e ainda usufruir da internet com ótima velocidade é adquirir um modem potente. E a melhor (e das mais caras opções do mercado, aliás) é o DIR-878, da D-Link.

O equipamento permite que a velocidade recebida pelo modem chegue efetivamente aos computadores sem necessidade de fios. É importante lembrar que, nesse contexto, a distância e a placa wireless do computador podem influenciar na qualidade da recepção.

Nos testes realizados pelo 33Giga em uma rede NET de 120 MB, um computador conectado com cabo recebe 120 GB (como prometido). Com o uso do DIR-878, essa velocidade, em média, na mesma máquina, chegou a 90 MB. Sem o equipamento da D-Link, mas com o “modem Wi-Fi grátis” da NET, a média do dia a dia era de 20 MB.

Quase não há pontos negativos sobre o DIR, exceção ao preço absoluto. Mas se pensar em custo-benefício, de acordo com o uso da internet por parte do proprietário, vale muito e vira até investimento.

A instalação também não é das mais simples – em tese, levaria 10 minutos. Mas nos testes do 33Giga, foi necessário recorrer ao suporte da D-Link por quase 2 horas para que finalmente o aparelho pegasse. (A boa notícia é que o atendimento da fabricante é excelente.)

Graças à péssima qualidade dos aparelhos das provedoras de internet, vale – e muito – o investimento.

Leia mais: 
Testamos: Por R$ 289, Fire TV Stick da Amazon transforma televisor em SmarTV
Instax Square SQ10 é a câmera híbrida que permite editar fotos instantâneas

Confira ainda todos os aparelhos já testados pelo 33Giga:

 
 
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>
Menu