Tags

Ciência

Neurofeedback: o que é e quais são os benefícios

Créditos: DepositPhotos
14 agosto, 2023
Da Redação, com assessoria

*Por Fátima Bana // Buscar uma vida saudável, equilibrada e produtiva é um objetivo comum independentemente da idade. Muitas vezes, entretanto, enfrentamos desafios emocionais, comportamentais e cognitivos podem o bem-estar. É neste contexto que o neurofeedback surge como uma ferramenta promissora para crianças e adultos que desejam melhorar saúde mental e qualidade de vida.

Quer saber tudo sobre Universo Sugar? Clique aqui e leia o e-book O Guia dos Sugar Daddy & Sugar Babies

Mas, afinal, o que é neurofeedback?

O neurofeedback é uma técnica de treinamento cerebral não invasiva, que usa a tecnologia de biofeedback para fornecer informações em tempo real sobre a atividade elétrica do cérebro. Por meio de sensores colocados no couro cabeludo, é possível monitorar padrões de ondas cerebrais e fornecer feedback visual ou auditivo ao indivíduo.

Neurofeedback para crianças

Essa técnica pode trazer melhora significativa para os pequenos em situações como:

  • Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) – Foi demonstrado que o neurofeedback melhora a atenção, reduz a hiperatividade e a impulsividade em crianças com TDAH.
  • Ansiedade e estresse – Crianças que sofrem dessas causas podem se beneficiar da técnica, pois ajuda a regular a resposta do cérebro a situações estressantes.
  • Transtornos de humor – A técnica pode ajudar a equilibrar as emoções, ajudando os pequenos a lidar melhor com transtornos de humor como depressão e transtorno bipolar.
  • Dificuldade de aprendizagem – O treinamento de neurofeedback tem sido usado para melhorar a concentração e o aprendizado em crianças com dificuldades de aprendizado.

Neurofeedback para adultos

Para os adultos a técnica também traz benefícios. Confira alguns deles:

  • Ansiedade e depressão – O neurofeedback pode ajudar a reduzir os sintomas de ansiedade e depressão, promovendo um melhor equilíbrio emocional.
  • Esforço e exaustão – O treinamento de neurofeedback demonstrou ser eficaz na redução do estresse e no combate ao esgotamento.
  • Distúrbios do sono – A técnica pode ser uma alternativa não medicamentosa para melhorar a qualidade do sono e combater a insônia.
  • Melhorar o desempenho cognitivo – Adultos que desejam melhorar as habilidades cognitivas, como memória e concentração, podem se beneficiar da técnica.

Por que agendar uma avaliação?

Cada pessoa é única, com necessidades e desafios. A consulta de avaliação com um neurofeedback ou neuropsicólogo qualificado permite fazer uma análise personalizada do perfil neurológico do indivíduo e identificar áreas que podem ser melhoradas. Logo, se você deseja melhorar a saúde mental, desenvolver habilidades cognitivas ou lidar com desafios emocionais, a técnica pode ser a solução que você está procurando.

*Fátima Bana é neurocientista e psicopedagoga. Pós-graduanda em Neuropsicologia, com MBA em aprendizagem cognitiva. Também está em processo de certificação em neurofeedback pelo BTI Brasil.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.