Divulgação
Moto E4 Plus: o intermediário basicão com bateria (quase) infinita Moto E4 Plus: o intermediário basicão com bateria (quase) infinita

Lançado pela Motorola com o preço sugerido de R$ 950, o Moto E4 Plus não tem um hardware impressionante, mas compensa com seu design caprichado e uma bateria que aguenta com folga muito mais do que um dia de atividade intensa. Características essas que podem levá-lo ao topo da lista de opções para quem procura um smartphone bonitão, cheio de energia e que não vai fazer o bolso doer.

Leia mais
Moto G5 é um dos melhores custos-benefícios do mercado hoje
Zenfone 3 tem alta capacidade de armazenamento e bateria duradoura
Esqueça os cabos: conjunto de teclado e mouse da OEX usa Bluetooth para se conectar

Sua tela LCD de 5,5 polegadas mostra imagens vívidas e vibrantes. A reprodução de vídeos é agradável tanto com conteúdos mais coloridos quanto os em preto e branco. Para completar, a tecnologia Dolby Atmos oferece uma experiência de áudio bastante imersiva e agradável, tanto nos fones de ouvido quanto nos alto-falantes.

Enquanto isso, o processador quad-core de 1.25 GHz em parceria com os 2 GB de RAM oferece um desempenho multitarefas cumpridor, apesar de ter dado algumas engasgadas quando muitos aplicativos eram usados simultaneamente. Mas vale destacar que este não é um modelo para quem tem como primeira prioridade um smartphone para rodar jogos muito pesados.

Raio-X


Nome: Moto E4 Plus
Sistema Operacional: Android 7.1.1
Tela: 5,5 polegadas (1280×720)
Armazenamento:  16 GB (expansível até 128 GB com cartão microSD)
Processador: Octa-core de 1.25 GHz
Câmera (principal e frontal):  13 megapixels e 5 megapixels
Dimensões (L x A x P em cm):  15,5 x 7,7 x 0,96
Peso: 196 gramas
Preço sugerido: R$ 950
O que anima: aparência, duração da bateria, custo-benefício
O que decepciona: conjunto de câmeras poderia ser melhor, peso
Site: www.motorola.com.br

Com relação à câmera, o smartphone tem especificações e desempenho intermediários. A traseira de 13 megapixels oferece fotos claras em ambientes fechados e iluminados, mas as cores não impressionam e ficam com alguns poucos ruídos. A frontal segue o mesmo esquema com seus 5 megapixels e flash para selfies. Em ambientes mais iluminados ela pode oferecer fotos boas para as redes sociais.

Para completar as especificações, o Moto E4 Plus traz para o usuário um Android 7.1.1 com algumas modificações na aparência de ícones e widgets. O modelo também é dual-chip e tem giroscópio (alô, pessoal do Pokémon GO).

Beleza e eficiência 

Com um design muito parecido ao do Moto G5, o modelo Plus da família E4 tem acabamento em alumínio, o que dá a ele uma aparência elegante e descolada — principalmente na cor Titanium, testada pelo 33Giga. Além dessa tonalidade, o modelo também está disponível nas colorações ouro e azul safira. Para completar o visual, o modelo traz um sensor de impressão digital discretinho, que dispensa os botões digitais na tela.

Apesar da aparência caprichada, o que chamou atenção logo de cara foi o seu peso. São quase 200 gramas, fator que pode incomodar alguns usuários. Por outro lado, essa questão está diretamente ligada ao desempenho da bateria, que (definitivamente) vai compensar as gramas a mais.

Equipado com uma super bateria de 5.000 mAh, sem dúvida, o principal destaque do modelo fica para a sua autonomia. Durante os testes do 33Giga, após mais de seis horas ininterruptas no Wi-Fi e reproduções do YouTube e da Netflix, o Moto E4 Plus perdeu apenas cerca de 40% de sua energia. Dependendo do perfil de usuário, a bateria pode durar mais de 36 horas tranquilamente.

 
 
<
>
Menu