Feioso, Moto Maxx é um dos melhores smartphones do País Feioso, Moto Maxx é um dos melhores smartphones do País

Feioso, Moto Maxx é um dos melhores smartphones do País

CelularesReviews 10 de março de 2016 Sérgio Vinícius

O Moto Maxx é, sim, dos melhores smartphones do mercado – incluido aqui os próprios Android, os iPhones e Windows Phone. Seu principal ponto negativo é sua carcaça é meio abrutalhada (para quem se apega a design de eletrônicos, ele pode ser considerado feio).

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

Fora isso, há muito pouco o que criticar no smartphone da Motorola. Trata-se de um dos mais rápido e competentes do mercado – realiza multitarefas sem pestanejar. Pode-se ouvir música e assistir a vídeos em milésimos de segundos. Ele raramente trava. Sua tela e o áudio são muito, muito bons. Jogar com o equipamento agrada até mesmo aos mais exigentes.

Veja o comparativo entre Z3 Compact e Moto Maxx
Veja o álbum de fotos do Motorola Moto Maxx

O famoso assistente de voz Google Now está muito, muito afiado no telefone – que tem interface bastante fácil de usar. Basta dar qualquer comando (como está o tempo lá fora? Em que dia Elvis morreu?) que o smartphone atende. Ele conta ainda com um sistema de sensores (acelerômetro, proximidade, giroscópio, bússola) que percebe quando o usuário está por perto e acende a tela automaticamente quando isso ocorre. É como se fosse bruxaria (mas não é, é tecnologia).

Raio-X

Nome: Motorola Moto Max
Tela: 5,2 polegadas; 1440 x 2560 pixels
Armazenamento: 64 GB
Processador: quad core, de 2.7 GHz
Câmeras: 21 e 2 Mpixels
Dimensões: 7,33 x 14,35 x 1,12 cm
Peso: 176 g
O que anima: Duração da bateria, hardware esperto, preço mediano
O que decepciona: Feio, abrutalhado, vítima da obsolescência programada
Preço: R$ 1.800
Site oficial: clique aqui 

Aos poucos, o telefone aprende as preferências de seu dono (times favoritos, etc), tudo graças à forte interação com o Google s seus aplicativos e vai cada vez mais se tornando pessoal. A experiência com o Maxx não deixa a desejar e ao que parece até mesmo a sua bateria de longa duração (e se seu carregador turbo) se tornam somente mais uma das atrações do aparelho

Momento Rocky
Seus defeitos (como feiura) poderiam acabar ali no primeiro parágrafo deste texto. Mas depois de seis meses de uso intenso, o smartphone apresentou um problema altamente desabonador. De um dia para o outro, sua placa lógica queimou. Havia apenas um app em operação, a tela apagou e fim. O valor para trocá-la, em diveresas autorizadas e até empresas independentes, sairia quase que pelo mesmo valor de um novo.

Abaixo, as fotos do Moto Maxx.

 
 
<
>
Menu