Tags

Carros & Mobilidade

Fiat Uno: depois de 37 anos, modelo chega ao fim com edição especial; veja detalhes

Créditos: Divulgação / Stellantis
21 dezembro, 2021
Sérgio Vinícius

Depois de 37 anos, a Fiat deixa de fabricar o Uno. O modelo se despede das ruas com uma versão limitada e especial, batizada de Uno Ciao e com preço em R$ 84.990.

Leia mais:
Entenda, de uma vez por todas, o que é 5G e seus benefícios
Guia de Compras: como escolher o smartphone perfeito para você
Álbum: todos os eletrônicos testados pelo 33Giga

O Uno Ciao será limitado a 250 unidades em homenagem a um dos ícones da indústria automotiva brasileira. Fabricado de forma ininterrupta desde agosto de 1984 no Polo Automotivo de Betim (MG), o Fiat Uno acumula 4.379.356 milhões de unidades produzidas.

Tanto que, na sua chegada (1984), o modelo inaugurou o conceito “Pequeno por fora, Grande por dentro”.

Em 1987 chegou o Uno 1.5 R, o Fiat mais rápido da marca, que fazia de 0 a 100 km/h em 12 segundos. O papel do Uno na democratização da mobilidade é indiscutível.

Em 1990, ele foi o primeiro carro beneficiado pelos incentivos fiscais para modelos com motor de até 1,0 litro, mais um ineditismo da marca. Compacto, leve e espaçoso, ele permitiu que milhões de brasileiros pudessem ter um veículo zero-quilômetro moderno em suas garagens.

Em 1994, o Mille ELX se tornou o primeiro carro popular a disponibilizar ar-condicionado. No mesmo ano, e em uma época em que ninguém falava em downsizing, a Fiat surpreendeu o mercado ao lançar o Uno Turbo, que aliava performance e eficiência em um modelo que rapidamente se tornou o sonho de consumo dos brasileiros.

As inovações não pararam aí. Em 2010, sua segunda geração, 100% desenvolvida no Brasil, desafiou o establishment com uma proposta surpreendente: arredondar o quadrado, criando uma nova leitura em torno da essência que sempre foi atrelada ao modelo, apresentando o Novo Uno.

Mais moderno do que nunca, ele foi a plataforma de sonhos e conceitos, como o Uno Ecology, com peças feitas a partir da cana de açúcar e teto com células fotovoltaicas capazes de aproveitar a luz do sol para gerar eletricidade.

Em 2013 chegava ao fim a primeira geração do modelo, marcada pela série especial Grazie Mille. Em 2015, o Uno Evolution estreou no país a tecnologia START-STOP. O pequeno da Fiat, responsável por estrear diversos motores marcantes na gama, incluiu em seu vasto currículo os modernos propulsores da família Firefly, nas configurações 1.0 de três cilindros e 1.3.

 

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.