Testamos: Samsung Odyssey Z oferece bom desempenho para jogos por R$ 14 mil Testamos: Samsung Odyssey Z oferece bom desempenho para jogos por R$ 14 mil

Não é nenhum exagero dizer que dá para comprar um carro com R$ 14 mil. O mercado de usados oferece diversas opções nessa faixa de preço. Porém, este é o valor sugerido do Samsung Odyssey Z no Brasil. O notebook gamer cobra caro por seu pacote, mas entrega um desempenho tão veloz quanto um veículo motorizado.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Desempenho Samsung Odyssey Z

Um dos títulos escolhidos para o teste do 33Giga foi justamente um game de corrida. Forza Horizon 4 foi lançado no fim do ano passado para Xbox One, mas pode ser reproduzido também no Windows 10. A tela de 15,6 polegadas fullHD exibiu os detalhes dos carros e cenários com muita fidelidade, fazendo valer o clichê de que o jogo parecia ser real.

Entretanto, em alguns momentos certos travamentos causaram um pouco de frustração. Eles foram mais nítidos nos primeiros usos da máquina, sumindo após algumas atualizações. Mesmo assim, na maior parte do tempo o jogo rodou a 60 FPS e sem quedas de gráficos.

Raio-X


Samsung Odyssey Z
Processador: Intel Core i7 8750H (2.20 GHz até 4.10 GHz 9 MB L3 Cache)
Cor: Prata
Memória RAM: 24 GB DDR4
Armazenamento: 512 GB SSD
Tela: 15.6″ Full HD LED (1920 x 1080) Antirreflexiva
Sistema Operacional: Windows 10
Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1060 com 6 GB de memória GDDR5 dedicada
Teclado: Retroiluminado
Portas: 1 saída HDMI, 1 USB-C, 1 USB 3.0 e 2 USB 2.0, 1 saída fone de ouvido/entrada microfone, 1 RJ45 (LAN)
Dimensão: 3,6 x 25,5 x1,8 cm (LxPxA)
Peso: 2,24 Kg
Preço sugerido: R$ 13.999
Pontos positivos: desempenho, design e a qualidade da tela
Pontos negativos: preço, mousepad para jogos e esquenta bastante ao rodar os jogos
Site: AQUI

O Gears of War 4, também disponível para Xbox One e Windows 10, foi outro título utilizado. E, assim como no Forza Horizon 4, o desempenho também correspondeu às expectativas.

A reportagem aproveitou esse título para testar o teclado do Odyssey Z, que conta com uma configuração um pouco diferente, já que o mousepad fica ao lado direito. Por conta dessas características, seu uso em games requer uma certa curva de aprendizagem. E, por mais que o mousepad tenha boa resposta, um mouse convencional pode ser mais versátil para alguns jogadores – como este repórter, que prefere os botões físicos.

Durante a avaliação, a bateria durou em média 2h30 enquanto rodava os jogos. A temperatura do notebook também ficou mais alta por conta dos games, assim como o barulho das ventoinhas, que é nitidamente mais alto.

Design e acabamento

Se o outro modelo do Odyssey não tinha um desenho muito impressionante, o novo chama a atenção por sua beleza. A carcaça conta com acabamento em metal, que deixa o notebook mais robusto. Esta versão também é mais leve, pesando 2,4 quilos, facilitando o seu transporte.

Vale a compra?

Por mais que seja uma máquina cara, o notebook gamer da Samsung entrega o que promete. Este preço elevado, entretanto, não é uma exclusividade do Odyssey, sendo comum a todas as máquinas com essas características.

Leia mais
Games que tiveram seus trailers dirigidos por cineastas famosos
Google anuncia Stadia, sua plataforma de streaming de jogos

Como produto, sim, trata-se de uma boa opção. Embora seja voltado ao público gamer, ele é tão parrudo que pode ser utilizado para quem precisa editar vídeos, por exemplo, sendo um computador versátil.

Testados

Na galeria a seguir, confira todos os eletrônicos testados pelo 33Giga. Os links para as análises estão nas legendas.

 
 
  • beats-studio3-wireless
  • JBL Tune 110 BT. O teste completo você vê em http://tinyurl.com/yb6ecbmf
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>
Menu