Testamos: antifurto e impermeável, mochila Anti-Theft Backpack permite dar carga e usar celular durante trajeto Testamos: antifurto e impermeável, mochila Anti-Theft Backpack permite dar carga e usar celular durante trajeto

Conforme o prometido nos quatro cantos da internet, a mochila USB Charging Anti-Theft Backpack é umas das melhores opções de seu segmento. Com zíperes que se escondem da superfície e sem bolsos externos, ela é dificilmente violada por terceiros (a não ser que eles estejam com machados afiados como o diabo, claro) e torna-se uma opção segura para andar pelas grandes cidades.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga.

Para quem não está preocupado com segurança, ela também agrada – e muito – por outros motivos. É impermeável, mesmo sob chuvas torrenciais, tem compartimentos muito bem projetados – um para notebook, outro para carregador externo de bateria, um terceiro para sombrinha e mais alguns menores, para chaves, carteiras e essas miudezas que as pessoas costumam jogar de qualquer jeito na mala.

Sua base é um tanto reforçada, o que permite deixá-la em pé mesmo sem nada dentro. O corpo também é reforçado, não a deformando com facilidade – o que é ótimo para as costas de pessoas que jogam coisas de qualquer jeito dentro da mochila e saem andando por aí.

Leia mais
Tabelão de celulares: confira todos os modelos vendidos no Brasil
Álbum: relembre videogames que marcaram a história
Confira a incrível evolução dos computadores

Dos pontos negativos, não há muito a se destacar. Ela oferece um espaço para carregar o celular embutido. Você coloca a bateria externa dentro da mochila, conecta a um cabo que sai de sua base e é possível ligar ao smartphone, que fica do lado de fora e pode ser operado pelo usuário enquanto anda.

wwwwNão é algo muito prático, porque o telefone tem de ficar bem próximo à base da mochila, dependendo do tamanho do cabo. Em segundo lugar, se o objetivo da bolsa é impedir a ação de pungistas e meliantes do tipo, operar o smartphone enquanto se anda por grandes cidades é um pedido para ser assaltado – independentemente da pessoa portar um machado afiado como o diabo. Uma trombadinha e um descuido, tchau.

A demora em receber a encomenda (coisa de 40 dias úteis, de acordo com a boa vontade da exportadora chinesa e do Correio de Curitiba) também depõem contra a opção pela mochila, se a pessoa tiver pressa de adquiri-la. Ela poderia ser um pouco mais barata também – sai por US$ 50 em sua loja oficial.

Ah, não bastasse ser uma ótima aquisição para o dia a dia, seu filme promocional é um primor – a mochila, aliás, cumpre tudo o que ele promete (menos que um bandido tente te furtar com um lenço de caveirinha no rosto, o que é uma pena). Confira.

 

A seguir, você confere todos os eletrônicos avaliados pelo 33Giga.

 
 
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>
Menu