Divulgação
Testamos: Smartphone MS80 tem bom conjunto fotográfico, mas peca em tarefas rotineiras Testamos: Smartphone MS80 tem bom conjunto fotográfico, mas peca em tarefas rotineiras

O smartphone Multilaser MS80 chegou ao mercado em junho. Avaliado pelo 33Giga, o aparelho tem acabamento fosco e tela expandida – que agrada para visualização de filmes, séries e galerias de foto. Entretanto, seu desempenho em atividades do dia a dia, como o funcionamento em redes sociais, deixou a desejar.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Smartphone Multilaser MS80: impressões

O primeiro ponto observado foi o carregamento e duração da bateria longe da tomada. Tanto em funcionamento quanto desligado, o celular levou cerca de 2h30 para chegar aos 100% do hardware. Durante o uso intenso (reprodução de vídeos sequenciais e navegação em redes sociais), o smartphone Multilaser MS80 durou cerca de sete horas.

Mesmo em uso moderado, a bateria não aguentou muitas horas a mais. Durante conversas no WhatsApp, acesso de e-mail e vídeos no Instagram, o hardware durou pouco mais de oito horas. Vale destacar que, com 30% de carga, o smartphone entra no modo economia automaticamente. Essa função otimiza a carga e contribui para a duração total longe da tomada.

Funcionamento

Em funções simples, como alternar entre telas de redes sociais e outro aplicativos, como o da Netflix, o smartphone chegou a travar por completo. Entretanto, ao rodar o streaming, o MS80 funcionou bem. Além disso, a tela é confortável para filmes e séries.

Raio-X

Nome: Multilaser MS80

Sistema operacional: Android 7.1

Tela: 5,7 polegadas

Armazenamento: 64 GB

Memória RAM: 4 GB

Processador: Processador Qualcomm Snapdragon 430 Octa-core de 1.4 GHZ

Câmeras: 20 Megapixel (frontal principal), 8 Megapixel (frontal) e 16 Megapixel (traseirar)

Dimensões: 18,5 x 7 x 10 cm

Peso: 350 g

O que anima: Conjunto fotográfico, tela agradável para vídeos

O que decepciona: Custo-benefício se comparado com outros aparelhos com o mesmo preço; trava com aplicativo do dia a dia, como e-mail e redes sociais; biometria digital para desbloqueio na parte traseira

Preço sugerido: R$ 1.200

Site oficial: https://bit.ly/2okm2jK

O touchscreen do aparelho também deixa um pouco a desejar. Embora a responsividade possa ser atrapalhada pelo desempenho de softwares do smartphone, ao tocar na tela para selecionar algo, o MS80 demora para obedecer o comando. Além disso, ao dar zoom em imagens e telas, o touch não foi preciso.

Para desbloquear o aparelho, é possível escolher entre senhas e biometria digital. Entretanto, o segundo recurso não é prático para usuário que deixa o celular sobre a mesma durante longas horas. O sensor fica na parte traseira do smartphone Multilaser MS80 e não aciona o bloqueio de tela, apenas o destravamento.

Conjunto fotográfico

As câmeras do celular certamente são o ponto alto do aparelho. Elas fazem fotos legais e contam com boa regulação de luz automática, seja em ambiente internos ou externos. A lente traseira tem foco que funciona bem, seja no modo automático ou manual, e mesmo em detalhes pequenos.

Crédito: Thalita Ribeiro / 33Giga
Foto tirada em ambiente interno, com incidência de luz natural

Para captação de vídeo, o desempenho da lente traseira cai um pouco em relação às fotos. Na tela do celular, as imagem captada fica nítida. Entretanto, ao visualizar no computador, é possível perceber que o resultado final não foi aquele visto no smartphone.

As boas impressões também ficam para o conjunto dianteiro – as selfies contam com câmeras duplas de 20 MP + 8MP. Imagens claras e em cores vivas deixam o registro bonito.

Vale a compra?

O modelo da Multilaser testado pelo 33Giga tem preço sugerido de R$ 1.200. Ele é o top de linha da marca. Pelo mesmo valor, entretanto, é possível adquirir o Motorola Moto G6 Play que conta melhor configuração de modo geral.

Entre os dois aparelhos, o da Multilaser ganha na memória RAM (4 GB contra 3 GB do concorrente) e no armazenamento interno (64 GB, contra 32 GB). O da Motorola tem bateria de 400 mAh (contra 300 mAh do da Multilaser), acompanhada de carregador turbo.

Confira no álbum todos os eletrônicos testados pelo 33Giga:

 
 
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>

 

Leia mais:

Android One: conheça o sistema operacional puro (de verdade)
Testamos: Por R$ 1.999, novo Zenfone 5 tem inteligência artificial e display deslumbrante

Menu