Photo by Francisco Andreotti on Unsplash
Veja como economizar na conta da TV por assinatura Veja como economizar na conta da TV por assinatura

Veja como economizar na conta da TV por assinatura

Notícias 13 de fevereiro de 2020 Da Redação, com assessoria

A PROTESTE, Associação de Consumidores, divulgou os resultados da pesquisa de TV por assinatura. Para o estudo, foram definidos quatro perfis de usuário, e a associação constatou que é possível poupar, em média, 68% ao ano com o pacote certo.

Leia mais:
Roku TV chega ao Brasil; televisores em parceria com a AOC começam em R$ 1.199
Os 100 melhores programas de TV de todos os tempos

Conheça o seu perfil

Antes de escolher o plano, é importante saber bem qual é o perfil dos usuários da casa para adquirir o que melhor se encaixa às necessidades. Isso evita canais a mais que o necessário. Para mostrar de forma clara essa diferença de preços, a PROTESTE criou diferentes perfis de usuários de canais pagos: são eles Básico, Família Econômica, Filmes e Séries, e Esportes.

O Básico quer ter TV por assinatura gastando pouco, mas isso não significa que vai escolher o plano mais barato, já que tem um mínimo de canais desejados. Tem ao menos três canais de filmes e séries, três de programação infantil, um canal de esportes, três de documentários, dois de notícias e quatro de variedades.

O perfil Família Econômica deseja ter acesso a uma programação um pouco mais variada, que atenda a todos os moradores da casa, mas sem gastar muito. Em seu pacote há, pelo menos, cinco canais de filmes e séries, com no mínimo dois entre Universal Channel, HBO, Warner e Telecine; cinco canais infantis, com dois entre Cartoon Network, Disney Channel e Nickelodeon; três canais de esportes, com dois entre Band Sports, ESPN, Fox Sports e SporTV; quatro de documentários, com um mínimo de dois entre Discovery Channel, National Geographic e History Channel; pelo menos dois canais de notícias, incluindo Globo News e Band News, e um mínimo de cinco canais de variedades.

Já o perfil Filmes e Séries, como se imagina, é aquele voltado a estas atrações. Os demais canais não têm importância na hora de escolher um plano. São ao menos dez canais, com no mínimo três entre Universal Channel, HBO, Warner e Telecine. Todos os três em HD. Vale destacar que este pacote não leva em consideração os canais infantis, de esportes, documentários e variedades, desde que tenha pelo menos um de cada.

Por fim, há o plano para quem ama Esportes, focado em fãs de modalidades diversas e que têm interesse secundário em notícias, sem se importar muito com outros tipos de canais. O perfil conta com, no mínimo, sete canais esportivos, incluindo Band Sports, ESPN, Fox Sports e SporTV, com pelo menos dois deles em HD e dois canais de notícias. Esta forma de pacote não considera as opções infantis, de documentários, variedades e de filmes e séries, desde que tenha não menos um de cada.

As operadoras no Brasil

Os preços que identificamos foram coletados diretamente nos sites das operadoras em novembro de 2019. Para uma melhor análise, foi utilizada pela PROTESTE a pontuação considerada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) em sua pesquisa de satisfação das operadoras do serviço de TV por assinatura do ano de 2018, que vai de 0 a 10. Ao todo, 19.577 consumidores responderam à entrevista, e as operadoras consideradas para pesquisa de preço neste estudo foram Claro, Oi, Net, Vivo e Sky.

Na pesquisa de satisfação geral da Anatel, foram levados em consideração os quesitos qualidade da imagem, diversificação de canais e interrupção da transmissão, entre outros. Ao final, a Claro obteve a maior nota entre as operadoras — 7,2 –, sendo considerada de boa qualidade. Já a Net foi a de menor satisfação entre os consumidores, com a nota 6,3. Como hoje as duas marcas pertencem ao mesmo grupo, o cenário pode mudar futuramente.

As maiores notas na pesquisa foram atribuídas às operadoras no quesito funcionamento, que considera o sinal e a qualidade da emissão de imagem. As menores foram no assunto “problema de cobrança”, que inclui situações negativas vivenciadas pelo consumidor no que diz respeito à cobrança e à qualidade da resolução.

Economia no pacote

Na pesquisa, para o perfil Básico, foi possível identificar uma economia anual de R$ 1.739,40, porque há uma diferença de 76% entre o preço mais caro, apresentado pela Oi, e o mais barato, oferecido pela Sky. No perfil Família, a economia pode chegar a R$ 2.591,40, com uma variação de 74%. Entre todos os perfis, o Esportes é o que possui a maior variação, de 79%.

Neste caso, o valor mais barato é o praticado pela Sky, enquanto o mais caro é o que a Oi cobra, sendo possível uma economia de R$ 2.741,40 por ano. Já o perfil de Filmes e Séries apresentou uma variação de 42%, ficando a Net com o valor mais barato entre as operadoras e a Oi com o mais caro. A economia possível neste perfil chegou a R$ 1.198,92 ao ano.

Para as situações em que o consumidor possui contrato de prestação de outros serviços com mais de uma operadora, a PROTESTE indica a realização de uma pesquisa para contratação de um combo, que pode acabar sendo mais adequado e até mesmo econômico. De maneira geral, a prestação de serviço de forma agrupada pode sair mais barata do que a contratação individual, mas é importante ressaltar que não compensa contratar um serviço que não será usado apenas por estar incluído no combo da empresa.

Para que você realize uma melhor escolha, é necessário fazer pesquisas e definir qual é o tipo de pacote que lhe atende melhor. Também não hesite na hora de sanar suas dúvidas, seja sobre valores ou relacionadas a qualquer outro tema.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

 
 
<
>
Menu