Tags

Audio & Vídeo

Por R$ 200, Chromecast 2 transforma televisor comum em Smart TV; smartphone vira controle remoto

20 dezembro, 2016
Sérgio Vinícius

A diferença de preço entre dois televisores semelhantes, um com acesso à internet nativo e outro sem, varia de acordo com as especificações e com a marca. Uma TV de 40 polegadas, tela plana e LED sem conexão à web, por exemplo, pode ser encontrada por entre R$ 400 e R$ 600 menos do que uma idêntica, mas do tipo Smart TV (com acesso à internet).

O Chromecast é uma traquitana que custa em torno de R$ 200 e transforma qualquer televisor que tenha entrada HDMI em Smart TV. O smartphone do usuário vira o controle remoto. O 33Giga avaliou a segunda versão do aparelho do Google e gostou muito da engenhoca.

Raio-X

Nome: Google Chromecast 2
Resolução de vídeo: 1080p
Vídeo: MP4, MKV e M4V (H.264 level 4.1); WEBM (VP8)
Conexões: HDMI, USB e Wi-Fi
App para conexão: Google Home
Compatibilidade: Android, iOS
O que anima: bom preço, fácil de usar, rápido
O que decepciona: compatível com poucos apps, não vale o investimento caso o usuário já tenha uma Smart TV; não compatível com Windows Phone
Preço: R$ 200
Site oficial: aqui

Para instalar o Chromecast 2 não é necessário muito. Basta tirar da caixa e conectar o aparelho à entrada HDMI do televisor. Se a TV tiver conexão USB, aí pode-se também conectá-lo a essa porta e ela será a responsável por alimentar de energia o equipamento (caso não haja, é possível também ligar o Chromecast a tomadas).

Feito isso, o usuário deve baixar em seu smartphone – via Play Store ou App Store – um aplicativo chamado
Google Home. Com ele instalado no telefone e com o Chromecast conectado à TV, basta seguir os passos indicados no celular (uns três ou quatro) para conectar ambos os aparelhos (via Wi-Fi doméstica).

Com ambos sincronizados, utilizar o Chromecast é simples – o que o usuário rodar no smartphone poderá aparecer no televisor. Basta abrir determinado aplicativo (como o do YouTube, do Spotify ou da Netflix) e clicar no ícone do Chromecast que aparece no telefone. Com isso, será transmitido para a TV vídeos, filmes, música, fotos.

screenshot_3Avançar, parar, trocar ou qualquer outra ação em relação ao que passa na TV é realizada via smartphone. É tão simples que até pessoas que utilizam o telefone somente para realizar tarefas básicas (como ligações e conversar no WhatsApp) aprendem rápido o procedimento.

Entre pontos positivos e negativos, o Chromecast se destaca pelo lado bom. O valor é baixo para transformar a TV em Smart TV. Além disso, se a pessoa tem uma TV nova e não quer se desfazer dela somente para poder assistir a conteúdo web na tela grande, o eletrônico do Google é a saída ideal.

Por fim, é extremamente amigável controlar a TV via smartphone. Além disso, as ações pedidas no celular são realizadas de forma imediata no televisor – não há delay. Smart TVs, por padrão, são gerenciadas por controle remoto e a digitação para encontrar um filme (em especial na Netflix, com um acervo gigante) pode ser uma tarefa maçante.  

Um dos poucos poréns do Chromecast 2 é o fato de não espelhar na TV 100% do conteúdo do smartphone. Filmes com legenda baixados no telefone, por exemplo, não podem ser exibidos na TV por meio do aparelho.

Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdo.