Divulgação
Testamos: Motorola Moto G7 Power tem bateria que dura o dia inteiro (e muito mais) Testamos: Motorola Moto G7 Power tem bateria que dura o dia inteiro (e muito mais)

No início do ano, a Motorola lançou mais uma geração da linha Moto G. A família Moto G7 conta com quatro novos smartphones, entre eles o Moto G7 Power, que promete mais de 50 horas longe da tomada. Esse fato torna sua bateria de 5.000 mAh o grande diferencial do dispositivo. O 33Giga testou o modelo e, a seguir, te conta todas as impressões

Leia mais:
Samsung Odyssey Z oferece bom desempenho para jogos por R$ 14 mil
Beats EP, fone de entrada da marca, tem som limpo e ótimo isolamento acústico por R$ 599
Novo Kindle Paperwhite tem o melhor custo-benefício da família

A primeira impressão do Moto G7 Power agrada bastante (apesar de não trazer grandes novidades em relação à geração anterior). Disponível na cor Azual navy (um tipo azul petróleo metálico), o modelo tem um visual muito bonito e bem acabado, com todas as bordas e laterais arredondadas. Mas, apesar de elegante, o aparelho de pouco mais de 190 gramas é bem pesadinho.

Sua tela Max Vision HD+ (1520×720) tem 6,2 polegadas e é capaz de oferecer uma experiência muito boa para os usuários comuns, que procuram por um smartphone para jogar e assistir a vídeos, filmes e séries. Com cores vivas e vibrantes, o display também permite uma boa visualização de diversos ângulos e reflete muito pouco.

Funcionamento geral

O modelo é equipado com Android Pie (9.0) de fábrica com pouquíssimas modificações — ponto super positivo. As alterações feitas pela Motorola estão, basicamente, concentradas no aplicativo Moto, que traz os úteis Moto Ações e Moto Tela, já conhecidos dos aparelhos da marca.

Raio-X


Nome: moto g7 POWER
Sistema operacional: Android Pie 9.0
Tela: 6.2’’ HD+ (720X1520)
Armazenamento: 32 GB
Memória RAM: 3 GB
Processador: Snapdragon 632 Octa-Core 1.8 GHz
Câmeras: 12 Mpixel (traseira) e 8 Mpixel (frontal)
Dimensões: 159.4 x 76 x 9.3 mm
Peso: 193 gramas
Bateria: 5.000 mAh
O que anima: duração da câmera, Android Pie de fábrica, TV Digital HD
O que decepciona: preço, conjunto fotográfico podia ser melhor
Preço: R$ 1.399
Site oficial: https://bit.ly/2uuCaCn

Quando o assunto é eficiência, o modelo não vai deixar o usuário na mão. O aparelho conta com um processador octa-core Qualcomm Snapdragon 632 de 1.8 GHz que garante um multitarefa satisfatório para usar streaming, redes sociais e aplicativos do dia a dia, como o e-mail.

Um ponto curioso do Moto G7 Power é que há uma única saída de som para chamadas e reprodução de áudio — que fica na altura dos ouvidos. Mas isso não afeta (tanto) a qualidade do áudio reproduzido, apesar de distorcer um pouco quando o volume está no máximo.

O Moto G7 Power ainda é o único da nova família que conta com TV Digital HD. Fato que pode chamar a atenção dos usuários que não abrem mão dessa função no aparelho.

Câmeras

O Moto G7 Power conta com câmera traseira de 12 megapixels e frontal de 8 megapixels. Apesar de não impressionar, o conjunto fotográfico principal faz fotos de boa qualidade e captura paisagens e objetos com cores fieis. As imagens ficam com pouco ruído, mesmo com o zoom no máximo. A qualidade se estende para a câmera frontal, que captura selfies legais para as redes sociais.

Bateria turbinada

Apesar de ter especificações intermediárias interessantes, o verdadeiro chamariz do Moto G7 Power é a sua bateria. Caprichadíssima, durante a avaliação do 33Giga, ela se mostrou bastante cumpridora tanto para tarefas do dia a dia — como redes sociais e joguinhos —, quanto para ações que exigem mais energia, como assistir a Netflix e a vídeos no YouTube.

Para testar seu desempenho, o 33Giga assistiu a dois filmes de pouco mais de duas horas de duração. Após a sessão pipoca, o Moto G7 Power perdeu apenas cerca de 20% da bateria. Na sequência, com uso moderado de redes sociais, o smartphone chegou ao fim do dia com pouco mais da metade da carga.

Apesar do preço salgado para um smartphone com as configurações do Moto G7 Power (em comparação com o Zenfone Max Pro, por exemplo, que também tem bateria de 5.000 mAh), o modelo pode agradar ao consumidor cujo foco principal é autonomia da bateria. Seu desempenho o coloca como uma ótima opção para usuários que passam muito tempo longe de uma fonte de energia, viajam muito ou vivem esquecendo o carregador em casa.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Confira todos os eletrônicos já testados pelo 33Giga:

 
 
  • beats-studio3-wireless
  • JBL Tune 110 BT. O teste completo você vê em http://tinyurl.com/yb6ecbmf
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>
Menu