Photo by Brina Blum on Unsplash
Microsoft garante que você não precisa mais remover o pen drive com segurança Microsoft garante que você não precisa mais remover o pen drive com segurança

Ver alguém puxar o pen drive da porta USB do computador sem antes “removê-lo com segurança” já chocou muita gente. Isso porque a Microsoft sempre deu diversos avisos a respeito dos riscos de os arquivos se corromperem caso alguma informação ainda estivesse em processo de transferência. Mas, recentemente, a empresa confirmou que esses dias de terror acabaram nas versões mais recentes do Windows 10.

Leia mais: 
Conheça todo o potencial de Pepper, o robôzinho da Microsoft
Pendrive não grava arquivos grandes? Veja como solucionar problema

O Windows 10 ganhou um recurso chamado quick removal (ou remoção rápida), que permite que o usuário retire o pen drive da porta USB a qualquer momento sem correr riscos de corromper arquivos — desde que, lógico, não se esteja no meio de uma grande transferência de dados. A função se tornou padrão a partir da versão 1809 do sistema operacional.

Na prática, o recurso quick removal evita que o sistema fique constantemente gravando informações no pen drive inserido. Por isso, permite a remoção a qualquer momento e sem estresse.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

 
 
  • beats-studio3-wireless
  • JBL Tune 110 BT. O teste completo você vê em http://tinyurl.com/yb6ecbmf
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>
Menu