Tags

Dicas

Parecida com o Prisma, inteligência artificial transfere estilo visual de uma foto para outra

Créditos: Divulgação

Prisma e Vinci são dois aplicativos que fizeram sucesso nas redes sociais, pois usavam inteligência artificial para dar toques artísticos a fotografias. Bastava um clique para transformar sua imagem em uma obra de Van Gogh, Piet Mondrian ou Roy Lichtenstein. Agora, essa tecnologia chegou a um novo patamar. A Adobe em parceria com pesquisadores da Universidade Cornell, em Nova York (EUA), criaram uma rede neural que transfere o estilo visual de uma foto para a outra.

Leia mais
AutoDraw: a ferramenta do Google que transforma rabiscos em desenhos perfeitos
Reconhecimento facial: bar em SP tem tecnologia que “adivinha” idade, humor e gênero dos clientes
Daddy’s Car e Mister Shadow: escute as canções compostas pela inteligência artificial da Sony

O projeto chamado de Deep Photo Style Transfer não tem o intuito de alterar, distorcer linhas ou cantos ao fazer a transferência de estilo. Sua proposta é clonar as cores e luzes, fazendo um mix entre a imagem original e a referência. Tudo de forma sutil. Porém, os desenvolvedores alertam: a tecnologia funciona melhor em imagens de objetos, como prédios, casas, carros. Fotos com pessoas ainda apresentam problemas.

Por enquanto, o recurso não está disponível para o usuário final. E não há perspectiva para a Adobe acrescentar o Deep Photo Style Transfer em sua lista de produtos. Os pesquisadores da Universidade Cornell disseram ao The Verge que a tecnologia deve chegar ao mercado em cerca de dois anos.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.