Pixabay
Guia de Compras: veja dicas práticas para escolher seu próximo notebook Guia de Compras: veja dicas práticas para escolher seu próximo notebook

Um das dúvidas mais comuns dos leitores do 33Giga é como escolher seu próximo notebook. Boa parte deles entra em contato querendo saber quais são as melhores marcas, configurações e outras informações gerais de computadores portáteis. A resposta mais direta é: depende do uso e, principalmente, do orçamento.

(E essa dica serve para, basicamente, quaisquer outros eletrônicos populares, como smartphones, câmeras, PCs de mesa. Uso e preço são os itens mais importantes para determinar a compra.)

Leia mais
Confira seis dicas práticas para economizar a bateria do notebook
Dicas simples para proteger notebooks em locais públicos

Então, o primeiro passo é definir o quanto deseja-se gastar com o novo notebook. Um eletrônico não é investimento – a partir do momento em que ele sai da loja, já perdeu muito de seu valor inicial. Em poucos meses, mesmo se for o topo de linha de alguma empresa, estará ultrapassado por outra máquina mais potente.

Se o usuário for revender, conseguirá uma ínfima quantia do que pagou – e, neste caso, uma dica adicional: se for se desfazer da máquina para comprar uma nova, é muito indicado dar o eletrônico usado como entrada e adquirir outro.

Em sites comparadores de preço, notebooks podem sair por a partir de R$ 800. O máximo varia bem, mas beira os R$ 50.000 e normalmente são laptops específicos para públicos gamers ou para quem trabalha com edição multimídia.

Fabricantes + Hardware

Normalmente, conjuntamente com as perguntas dos leitores do 33Giga em relação a que notebook escolher, surge a questão sobre marcas confiáveis. Atualmente, no Brasil, a maior parte das grandes fabricantes se equivale em termos de preço, qualidade e assistência técnica. Entre as preferidas da redação estão (sem ordem de qualidade) Lenovo, Dell, Samsung, Asus, LG e Acer.

Dos requisitos de hardware, os mais importantes a se observar em termos de desempenho (velocidade nas respostas, inicialização do sistema e programas, quantidade de itens que podem ser armazenados) são processador, memória RAM e de armazenamento. Abaixo, a explicação resumida do que cada um desses itens faz – e o resumo é: para eles, quanto mais, melhor.

Processador

Os principais fabricantes do mercado são Intel e AMD. Quando, na descrição do notebook, há a indicação, por exemplo, de i3, i5 ou i7, se está referenciando a um tipo de processador da Intel. Grosso modo, ele é o responsável pela velocidade de processamento dos dados do computador (o tempo que leva para dar as respostas pedidas pelo usuário).

Essa velocidade é dada em GHz e quanto mais, mais rápido será o computador. Outro ponto que deve ser levado em consideração ao optar pelo processador é o número de núcleos (ou core) de cada um deles. O core é responsável pelo desempenho da máquina em diferentes tarefas. Quanto mais núcleos (quad-core, octa-core), mais rapidamente o notebook responderá ao realizar comandos aleatórios (como exemplo, rodar um filme ao mesmo tempo que uma imagem é editada e um programa é aberto).

Memória RAM e Armazenamento

A RAM é a memória volátil do computador. Ela não deixa nada guardado no PC, registra só o que está aberto na tela ou rodando em segundo plano e é fundamental para realizar tarefas do dia a dia. Já a de armazenamento, como o nome diz, guarda seus arquivos na máquina.

Para diferenciar as duas, uma analogia pode ajudar. Você tem um papel em branco. À mão, uma caneta e também um punhado de areia. Sua tarefa é fazer um círculo no papel com ambos os elementos.

Com a caneta, a tinta deixa registrada no papel a figura. Essa é a memória de armazenamento. Ao fazer o círculo com a areia, ele está lá. Ao levantar o papel, a areia cairá e não ficará uma marca. Essa é a memória RAM, que só fica com os dados enquanto eles estão na sua frente. Computador desligado ou programa fechado, a folha de papel é levantada. Sem areia, sem círculo, sem memória.

De qualquer forma, quanto maior o papel, maior a capacidade dele de receber círculos, sejam eles de forma permanente ou volátil. O mesmo se aplica às memórias.

Tela e peso

Os notebooks mais comuns do mercado oferecem telas de 15 polegadas, em média. Entretanto, para quem não se importa tanto com o tamanho do display, uma boa opção pode ser adquirir laptops de 14 polegadas ou 13 polegadas. Isso porque o valor da máquina diminui de forma substancial de acordo com sites comparadores de preço (algo em torno de 20% do valor total). A diferença de tamanho não é tão impactante quanto a diferença de preço.

Outro ponto que tende ajudar na escolha de uma tela menor (e as dimensões totais da máquina, por conseguinte) é o peso. Para um notebook, quanto mais leve, mais fácil seu transporte. Caso o usuário pretenda carregá-lo com frequência, é importante notar dimensões e gramas.

Sistema

Quanto ao sistema operacional, os mais populares do mercado são os que embarcam máquinas da Apple (Mac OS), os Linux, os Windows e o Chrome OS. A opção entre eles também vai de preferências e uso da máquina.

O mais popular e recomendável entre os citados acima é o Windows 10, já que é compatível com os principais softwares do mercado e, por isso, trata-se de ser o mais polivalente. Agrada desde o usuário que deseja somente acessar e-mails e navegar na web até quem vai realizar trabalhos pesados, como edição multimídia. Além isso, atualmente oferece apps que facilitam o trabalho do usuário de forma geral.

Mac OS embarca somente computadores Apple e é voltado ao usuário final em geral também. O que depõe contra ele é que uma máquina da empresa da maçã com as mesmas configurações de outro fabricante (embarcada com Windows ou Linux) são muito mais barata. O ponto positivo é que como o sistema foi criado exatamente para computadores da Apple, ele roda suave, não trava e não recebe vírus.

As distribuições do sistema Linux são mais voltadas a usuários experientes, já que precisam ser configuradas de forma especial. Também recebem poucos (ou zero) vírus e estão cada vez mais fáceis de usar – embora ainda seja necessário ter um conhecimento acima da média para instalar ou usar certos programas.

Por fim, o Chrome OS é o sistema do Google baseado quase que em sua totalidade na nuvem e está presente em Chromebooks. Basicamente não é possível instalar nada na máquina e todas as operações são realizadas via browser ou apps da empresa (como o do YouTube ou do Drive). É completamente dependente da internet para ser usado – sem uma conexão, é quase um peso para papel.

Ideal?

Não há um notebook ideal que seja perfeito para todos os públicos. Entretanto, há aqueles medianos (que se posicionam sob os top de linha e acima dos de entrada), que tendem a agradar uma gama maior de usuários.

Para ajudar a visualizar, a reportagem do 33Giga selecionou alguns modelos deste nicho intermediário, que podem realizar tarefas leves e médias (edição de imagens) sem deixar a desejar (muito) e sem cobrar os olhos da cara.

Ao utilizar esse modelo genérico como base, é possível calibrar sua escolha colocando mais ou menos requisitos de hardware, ajustando tamanho da tela ou optando por sua marca favorita. É ele: laptop com Windows 10, com processador i5 de 2.5 GHz, com entre 4 GB e 8 GB de memória RAM e 1 TB de armazenamento. O preço médio de uma máquina deste tipo é R$ 3 mil.

Para usos mais robustos (como jogar games de última geração ou edição de vídeos) é indicado mais memória RAM (mais de 8 GB) e telas maiores (17 polegadas). Para acesso à web somente ou trabalho com material de escritório, telas de 13 polegadas (ou até mesmo Chromebooks) dão conta do recado.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

 
 
  • novo-kindle-2019
  • beats-studio3-wireless
  • JBL Tune 110 BT. O teste completo você vê em http://tinyurl.com/yb6ecbmf
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>
Menu