Google traz o Dia dos Mortos mexicano para o mundo digital Google traz o Dia dos Mortos mexicano para o mundo digital

Google traz o Dia dos Mortos mexicano para o mundo digital

DicasNotícias 2 de novembro de 2016 Da Redação, com assessoria

A celebração mexicana do Dia dos Mortos é admirada por pessoas do mundo todo e declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco. Tradicionalmente, as famílias honram aqueles que partiram preparando altares coloridos com imagens de entes queridos em casa e em locais públicos. Eles são recebidos com suas comidas e bebidas favoritas, caveiras de açúcar, papéis picados, flores, velas e incenso.

Agora, o Google traz essa rica tradição offline para o mundo online. A coleção Dia dos Mortos possui mais de 500 assets, 20 exposições, 11 tours virtuais por cemitérios e museus, além de duas experiências de realidade virtual com o CardBoard. O projeto pode ser visto no site do Google Arts & Culture ou nas versões para aplicativos do Android e iOS.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

O internauta será capaz de acessar códices pré-Colombianos sobre a morte, obras de arte e da história de José Guadalupe Posada, calaveras feitas de papelão, altares espetaculares, pinturas alusivas à comemoração por artistas mexicanos reconhecidos, bem como arte de rua e desenhos contemporâneos de “La Flaca”. Também é possível explorar em 360º diferentes cemitérios no México utilizando a tecnologia do Street View. Entre eles estão o Museo Panteón de San Fernando, Panteón Antiguo del siglo XIX San Sebastián del Oeste, em Jalisco, e a celebração do Dia dos Mortos no Cemitério de San Andrés Mixquic.

Para realizar o projeto, 10 instituições culturais participaram da curadoria de conteúdo e planejamento das exposições. São elas: Museo Nacional de la Muerte, Museo Dolores Olmedo, Museo Mexicano del Diseño (MUMEDI), Museo del Estanquillo, Museo de Arte Popular, Museu do Objeto del Objeto, All City Canvas e Consejo Ciudadano de la Ciudad de México. Espaços culturais, como Museo Larco no Peru e do Centro Latino Smithsonian nos EUA, também contribuíram para a exposição online.

Menu