Especialista explica como montar um PC gamer poderoso Especialista explica como montar um PC gamer poderoso

*Por Felipe Santos, gerente de marketing da LM Informática

Quem busca o melhor desempenho gráfico e alta taxa de quadros (frame rate) na hora de jogar seus games preferidos, sabe que a plataforma mais indicada não são os consoles. Nenhum videogame da atual geração consegue se comparar em termos de poder de fogo com um PC de última geração.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Os PCs oferecem possibilidades exclusivas de customização de performance. Seja em taxas de atualização de frames com nível profissional (importante para quem deseja jogar competitivamente online) ou resolução de ultra definição (4K).

Ter um PC de última geração pode não ser tão barato quanto comprar um Xbox One ou Playstation 4, com setups podendo custar mais de R$ 5 mil — no caso de notebooks gamers, o preço pode até triplicar. Por outro lado, a liberdade de customização e upgrades podem tornar a vida útil de um desktop gamer bastante extensa.

Entretanto, para aproveitar estas vantagens, é fundamental montar seu PC gamer com componentes de qualidade, adquiridos com fornecedores de confiança. Assim você pode usufruir de todo o poder entregue por um verdadeiro PC Gamer, e pertencer de vez à “PC Master Race”.

Tudo começa com a placa de vídeo

Escolher uma boa placa de vídeo é o primeiro passo para ter um ótimo PC Gamer. Hoje em dia, vale a pena investir em placas capazes de rodar os games de última geração e que também estejam preparados para rodar títulos futuros.

Para ter frame rates fluídos para jogar games de tiro, por exemplo, é recomendável investir em GPUs da linha Polaris da AMD (RX 550, 560, 570 or 580) ou as da família Pascal da Nvidia (GTX 1060, 1070, 1080 or 1080 Ti). Elas podem ser um pouco mais salgadas, mas entregam longevidade para seu PC gamer.

Entretanto, placas intermediárias como a Nvidia GTX 1050 ou 1050 Ti também são capazes de rodar games da atual geração com bom desempenho. E elas custam a metade do preço dos modelos mais poderosos. Entretanto, para quem deseja o poder gráfico para rodar aplicações de realidade virtual, é melhor investir nas placas topo de linha.

Quanto à memória de vídeo, o recomendável é começar com pelo menos 8GB de VRAM. Games famosos como Battlefield 1 e The Witcher 3 consomem muito da CPU, então é bom estar preparado. Já no processador, linhas como a AMD Ryzen 3 podem dar o suporte ideal. Se você quer o máximo em desempenho, daí é melhor colocar a mão no bolso e partir para a família Intel Core i7 de oitava geração.

Customização e Upgrades

Um dos melhores pontos do PC é que o usuário facilmente pode acompanhar o ritmo de evolução dos games, por meio de melhorias no setup — placa-mãe, memória RAM, HDs e refrigeração. Para isso, invista em um bom gabinete, que facilite o acesso aos componentes, simplificando o processo de upgrade.

Ter uma boa placa-mãe ajuda na hora de fazer melhorias na memória RAM, por exemplo. Você pode começar com 8GB de memória RAM, mas facilmente fazer upgrades com a compra de cards adicionais, caso a sua placa-mãe tenha mais slots para memória. Optar pelo storage em SSD, que possui tempos de leitura muito mais rápidos que discos rígidos (HDDs) também pode extrair um melhor desempenho de sua máquina.

Os componentes que complementam tudo

Por fim, precisamos falar dos periféricos. Um bom monitor, mouse e teclado podem ser os diferenciais que tornam sua jogatina mais prazerosa. Para quem gosta de jogos de tiro, ter um monitor com alta taxa de atualização de quadros é importantíssimo. Por isso, procure por monitores com uma taxa de no mínimo 120 Hz. Monitores widescreen são opcionais, mas podem ser interessantes para quem quer ter uma melhor visão de seu game.

Investir em um teclado gamer também vale a pena, já que eles contam com teclas otimizadas para um uso mais intenso durante as partidas. Modelos com mais recursos oferecem opções avançadas como configuração e regulagem de sensibilidade das teclas.

Nos mouses gamers, estes elementos de regulagem também são recursos de muitos modelos. É possível ajustar o tempo de resposta dos cliques, o peso do dispositivo e pressão sobre a superfície, o que pode influenciar o seu desempenho e conforto durante as partidas.

Montar seu PC gamer pode ser um desafio, dado as inúmeras opções de hardware. Entretanto, é possível montar o setup ideal, de acordo com seu orçamento e suas preferências de jogo. Em caso de dúvida, procurar uma loja especializada e capaz de te dar as melhores dicas pode fazer toda a diferença.

Leia mais: 
Testamos: Odyssey, o notebook gamer da Samsung
Jogo de realidade alternativa assustou muita gente no Twitter
Conheça os três enigmas mais difíceis e desafiadores da internet

Mas os consoles não perderam seu charme, não é mesmo? Confira aos videogames que marcaram história:

 
 
<
>
Menu