Dispositivo que facilita a comunicação entre paciente e cuidador vence hackathon Dispositivo que facilita a comunicação entre paciente e cuidador vence hackathon

Dispositivo que facilita a comunicação entre paciente e cuidador vence hackathon

Notícias 29 de novembro de 2016 Da Redação, com assessoria

Um dispositivo para melhorar a comunicação entre pacientes idosos acamados e cuidadores foi o grande vencedor do hackathon promovido durante o BIN@SP (Business Innovation Network São Paulo), realizado entre os dias 7 e 9 de novembro no Centro de Difusão Internacional da USP. O encontro foi promovido pela Agência USP de Inovação (AUSPIN) em parceria com as universidades do Porto, em Portugal, e Sheffield, na Inglaterra.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

Durante 48 horas, 40 participantes do hackathon foram divididos em cinco grupos. Eles desenvolveram soluções para pacientes idosos acamados. A equipe vencedora criou o “Click”, um dispositivo similar às campainhas dos hospitais, com a diferença de incluir mais opções. Assim, o paciente pode acionar o dispositivo com ícones como solicitação de água, necessidade de ir ao banheiro, leitura, entre outras.

Thais Castilho Choo, estudante de administração da FEA-USP e integrante da equipe vencedora, explica que a inclusão dessas opções também facilita o trabalho do cuidador e permite criar um banco de dados com as solicitações do paciente. Com isso, o atendimento pode até mesmo antever demandas que pacientes repetem em determinados horários, por exemplo. A equipe contou ainda com a participação dos estudantes Leslier Buch (Gerontologia – USP Leste), Anita Brito (doutoranda na área de Espectro do Autismo) e Diego Paulo de Melo (Sistema de Informação – USP São Carlos).

A equipe vencedora receberá passagem para viagem à Universidade do Porto ou Sheffield. Os participantes poderão ainda utilizar as instalações da Agência USP de Inovação caso queiram aperfeiçoar o produto. O BIN@SP reuniu mais de 800 representantes de empresas de base tecnológica, parques de ciência e tecnologia, investidores e agências de desenvolvimento econômico. O evento permitiu a troca de ideias e discussão e cooperação entre os participantes, estimulando a aproximação entre empresas, universidades e o setor público para estimular a inovação e o empreendedorismo no ambiente acadêmico.

Menu