9 dicas para se dar bem no LinkedIn 9 dicas para se dar bem no LinkedIn

9 dicas para se dar bem no LinkedIn

DicasNegócios 14 de novembro de 2019 Da Redação, com assessoria

O LinkedIn é uma oportunidade ainda pouco explorada no Brasil apesar de ter números bastante consistentes. Por exemplo, a rede social ganha dois novos membros por segundo. Para se destacar em uma mídia em expansão e com foco profissional é importante saber se portar.

“Cada rede social tem uma roupa diferente. Nossa linguagem muda conforme a definição dessa roupa”, explica Cristiano Santos, especialista no LinkedIn. Mas muito se engana quem pensa que a rede social vive somente de currículo e ofertas de vagas. “Os usuários estão buscando consumir conteúdo”, destaca o especialista.

A seguir, Cristiano separou nove dicas que poderão ajudar você a explorar mais as possibilidades do LinkedIn e garantir conexões e relações ainda melhores.

Leia mais
Como construir o perfil LinkedIn ideal para chamar a atenção de recrutadores
Novo no mercado de trabalho? Startup cria currículo automaticamente
Tinder do emprego: plataforma une empresas e candidatos ideais por “match”

1. Siga as empresas com quem você gostaria de trabalhar, potenciais parceiros e até concorrentes. Fique por dentro de tudo o que acontece no universo do seu cargo de interesse. Saiba como os funcionários dessas companhias se portam e tente deixar o seu perfil próximo ao que você imagina que gerará interesse nos recrutadores.

2. Dê os parabéns aos membros da sua rede quando iniciam novas funções profissionais. Quem não é visto, não é lembrado.

3. Personalize as mensagens na hora de convidar alguém para fazer parte da sua rede. Se você não conhece a pessoa que está adicionando, tente não ser prolixo. Passe todas as informações necessárias para que ela saiba o motivo pelo qual você a está adicionando.

4. Compartilhe conteúdo e conhecimento com sua rede, mostre suas expertises, marque presença e dialogue. Transforme seu perfil no local de suas experiências. Fale sobre o que você mais sabe e dê sua opinião pessoal. Mostre aos seus seguidores que você domina determinado assunto e torne-se, aos poucos, relevante entre seus conhecidos.

5. Nunca coloque a palavra desempregado no seu perfil. Recrutadores não buscam por pessoas desempregadas. Recrutadores buscam por qualificação. Deixe seu perfil com o máximo de informações relacionadas à sua experiência e coloque como título o cargo pelo qual está buscando.

6. Mude a foto do perfil periodicamente e demonstre profissionalismo na escolha. Isso mostrará que seu perfil está sempre ativo e garantirá que a sua versão de você mesmo é a mais atualizada possível.

7. Use o Snappr. É uma ferramenta que avalia a qualidade da sua foto para o LinkedIn. Mas prepare-se: ela é supersincera.

8. Recomende e peça recomendações. As pessoas costumam se esquecer desta parte do LinkedIn, no entanto, é uma das quais os recrutadores estão mais de olho. Não tenha vergonha de pedir indicações para seus pares e superiores.

9. Crie uma URL personalizada e coloque-a em cartões de visita nas assinaturas de e-mail. Links curtos e fáceis de lembrar costumam se destacar e gerar mais visitas ao seu perfil.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Na galeria, você conhece as startups mais desejadas para se trabalhar no Brasil:

 
 
<
>
Menu