Dicas básicas para quem não quer se dar mal quando o Pokémon GO chegar ao Brasil Dicas básicas para quem não quer se dar mal quando o Pokémon GO chegar ao Brasil

O Pokémon GO ainda não foi lançado no Brasil, mas os fãs  estão mais do que ansiosos para a estreia do jogo. Mesmo sem data de estreia definida para solo brasileiro, já é possível ver uma série de notícias bizarras e perigosas a respeito dos usuários dos países nos quais o game está liberado.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

São incontáveis as notícias na internet a respeito de jogadores que arriscaram a vida durante a jornada de captura aos monstrinhos. De acidente de carro a roubo de smartphone, o Pokémon GO pode oferecer sérios riscos ao usuário caso este não se mantenha atento com o que acontece ao seu redor. Para alertar os brasileiros antes mesmo de o jogo chegar, a Bidu Corretora preparou algumas dicas básicas para você ser um mestre Pokémon em segurança:

Pokémon e direção não combinam: essa é óbvia, mas não custa lembrar. Nada de tentar capturar um novo Pokemón enquanto dirige, isso pode ser bem perigoso. Além dos riscos de causar um acidente, você poderá sofrer uma multa de R$85,13 e perder 4 pontos na CNH. Sem contar que, em caso de acidente, sua seguradora não irá cobrir os danos, afinal de contas mexer no celular e dirigir não é permitido;

Cuidado com a Equipe Rocket: no desenho, eles são os vilões que tentam roubar os pokémons do protagonista, Ash. E, infelizmente, existem pessoas esperando você se distrair para roubar o seu celular. Fique atento: nada de ir à lugares sem muito movimento, evite andar sem prestar atenção na movimentação e nada de ficar com o aparelho na mão em locais perigosos e nos transportes públicos. Você não terá um Pikachu para te proteger;

Olhe para frente: sabemos que você está ansioso pelo jogo, mas não ande por aí só de olho no celular. Além de aumentar as chances de você ter um problema na coluna, cresce também a possibilidade de se machucar (e machucar outras pessoas). Ande sempre de olho por onde anda, principalmente na rua e em plataformas de trens e metrôs;

Nada de invadir locais privados: não seria nada legal você ser preso enquanto captura um Bulbasaur. Cuidado para não se empolgar demais e entrar em locais privados, como casas, hotéis ou lugares onde você precisa pagar para entrar. Não vale a pena ser repreendido por invasão de propriedade;

O Pokémon pode te entregar: não minta para a namorada, o chefe ou para a sua mãe sobre onde você está. O aplicativo mostra os locais exatos onde você capturou cada Pokémon. Falou que ia no médico, mas na verdade estava no shopping? Pois é, aquele Charmander pode te complicar;

Contrate um seguro: pode ser que você dê o azar de cruzar com alguma Equipe Rocket e ser roubado. Ou você pode estar quase chegando no local exato onde está o tão sonhado Pikachu e, de tanta emoção, deixar o celular cair e ver a tela novinha rachar. Nada legal, até porque um smartphone pode custar bem caro. Por isso, é importante contratar um seguro para o seu celular, assim, ele fica protegido contra roubo, furto e danos físicos.

Menu