Menino de 13 anos hackeia drone para expor falhas de segurança na Internet das Coisas

Menino de 13 anos hackeia drone para expor falhas de segurança na Internet das Coisas

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

03/05/2019 | 14:26


Atualizada às 12h15

Durante a conferência de segurança da Kaspersky Lab na Cidade do Cabo (África do Sul), Reuben Paul, conhecido como Cyber Ninja, impressionou a todos. O garoto, de 13 anos e estudante do 7º ano, conseguiu hackear um drone em 10 minutos para expor as falhas de segurança nos milhões de gadgets de Internet das Coisas (IoT) que as pessoas usam todos os dias.

Leia mais: 
De chocolates a órgãos humanos: o que já pode ser feito com impressora 3D
Microsoft garante que você não precisa mais remover o pen drive com segurança

Reuben mostrou ser capaz de desconectar um usuário de seu drone e assumir o controle do dispositivo explorando protocolos inseguros.  A invasão do drone foi uma ação controlada, organizada pela Kaspersky Lab, para chamar a atenção sobre a necessidade urgente de medidas mais rígidas por parte das empresas que desenvolvem dispositivos relacionados à Internet das Coisas. Como é o caso de drones, babás eletrônicas, aparelhos inteligentes, equipamentos residenciais inteligentes e brinquedos conectados.

Segurança em primeiro lugar

A Kaspersky Lab recomenda que as pessoas questionem as medidas de segurança adotadas e tentem entender os riscos associados antes de comprar um dispositivo conectado. Embora os governos já tenham estabelecido controles rígidos sobre dispositivos como os drones, por outro lado, as empresas ainda precisam considerar a questão da segurança com mais seriedade.

“Levou menos de dez minutos para eu hackear o drone e conseguir controlá-lo completamente. A falta de segurança do drone é compartilhada por outros dispositivos da IoT.  Imagine se isso fosse feito por cibercriminosos. Se eu consegui, quem vai dizer que cibercriminosos motivados não poderiam fazer algo semelhante? As consequências poderiam ser desastrosas”, diz Reuben Paul.

“Precisamos reinventar a cibersegurança, pois é óbvio que o que estamos fazendo não é mais suficiente. É importante que os fabricantes implementem controles de segurança em seus dispositivos para não deixar os consumidores em perigo!”, alertou o jovem. “Vamos tomar cuidado para que a Internet das Coisas não se torne a Internet das Ameaças”.

Além de ações de consciência, os especialistas da Kaspersky Lab estão trabalhando com empresas de IoT para corrigir falhas de segurança durante o processo de desenvolvimento das novas tecnologias. Só nos últimos meses, a empresa ajudou a proteger uma prótese biônica que vai ajudar pessoas com deficiência física e descobriu vulnerabilidades em carregadores de carros elétricos, que podem danificar a rede elétrica.

Jovem talento

Conheça a história de Reuben Paul e suas habilidades para a tecnologia: 

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

 
 
  • beats-studio3-wireless
  • JBL Tune 110 BT. O teste completo você vê em http://tinyurl.com/yb6ecbmf
  • Sony_Xperia XZ2_Preto
  • Fone JBL T450BT. O teste completo em https://wp.me/p7AVMp-eKM
  • Testamos: por R$ 330, caixa de som Pulse é resistente à água e dura mais de cinco horas
<
>