Tags

Dicas

Descubra o significado de termos famosos no mundo da tecnologia e internet

Créditos: jfl1066 via VisualHunt / CC BY
4 agosto, 2016
Marcella Blass

A internet e o universo tecnológico mudam constantemente, e com eles vem e vão uma quantidade enorme de termos e denominações. Muitas vezes, elas já são tão populares que as pessoas acabam aderindo e usando no dia a dia sem saber exatamente o que elas significam. Abaixo, você confere uma lista das siglas e conceitos mais comuns para quem acessa a web ou tem um smartphone e o 33Giga te mostra o significado de cada uma.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

Backup: cópias de segurança de arquivos de computadores, tablets e smartphones feitas para prevenir a perda de dados em caso de roubo ou problemas técnicos. Esse processo pode ser feito com ajuda de serviços de armazenamento na nuvem como o Google Drive, OneDrive e Dropbox ou mesmo um HD externo.

Cookies: são pequenos arquivos que ficam armazenados no computador e guardam dados específicos de um website quando o usuário o visita pela primeira vez. Ele vai notificar o site sobre sua presença nos próximos acessos, quantas vezes visitou a página, o que o ajuda a oferecer conteúdo mais personalizado. Nada que comprometa a segurança da máquina e de informações pessoais.

Firewall: software ou hardware que verifica as informações vindas da internet ou de uma rede específica e as bloqueia ou permite que tenham acesso ao seu computador. O Firewall pode ajudar a impedir que softwares maliciosos ou mesmo hackers invadam a máquina por meio da rede. Vale lembrar que ele não substitui, mas sim funciona em parceria com os antivírus.

FTP (File Transfer Protocol): nascido muito antes do armazenamento em número como Google Drive e Dropbox, essa é uma tecnologia responsável por enviar arquivos pela internet. Basicamente, o FTP é o que faz o intermédio da transferência de envio e recebimento de documentos de grande porte por meio de um endereço no navegador ou software instalado nos computadores. O processo é muito simples e semelhante à organização e transferência entre pastas de um PC: é só arrastar e soltar.

HDMI (High-Definition Multimidia Interface): sistema de conexão de alta tecnologia que pode transmitir áudio e vídeo por meio de um único cabo. Ele pode conectar aparelhos de reprodução de Blue-Ray, notebooks e consoles de vídeo games a uma televisão que tenha uma entrada correspondente para transmitir imagens em alta qualidade e definição bastante superior aos sistemas de conexão analógicos.

HTML (Hyper Text Markup Language): a sigla corresponde a uma linguagem de programação base na internet muito usada para a criação de páginas online. O HTML é baseado em marcas, dessa forma, para construí-lo, são feitas marcações nos elementos do código para mostrar quais informações a página deve exibir.

HTTP (Hyper Text Transfer Protocol) e HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure): no geral, a denominação é um protocolo que permite que o computador do usuário troque informações como o servidor que abriga um site. Dessa forma, durante o acesso a página, as máquinas podem receber e enviar todo tipo de conteúdo textual. Uma diferença significativa entre as siglas é que o HTTP, quando acessado em redes inseguras como o Wi-Fi, permite que hackers interceptem os dados com facilidade. Já o HTTPS faz a criptografia desses dados para garantir a segurança e dificultar a interceptação das informações.

NFC (Near Field Communication): tecnologia que permite fazer trocas de informações entre dispositivos sem o uso de cabos ou fios. Assim que os aparelhos estão próximos o suficiente para uma comunicação wireless ser estabelecida, smartphones, tablets, TVs, cartões e qualquer outro produto que tem suporte à instalação de um chip NFC podem se conectar.

Root: esse processo é o responsável por desbloquear smartphones com sistema operacional Android. Com ele, o usuário tem liberdade para fazer mudanças profundas no SO e no modo como ele funciona, tornando o usuário o administrador central do aparelho.

USB (Universal Serial Bus): já bastante conhecida, essa tecnologia deixou mais fácil e instantânea a conexão entre teclados, mouses, câmeras e computadores, notebook, televisores, além de dispensar um tipo de conector específico para cada dispositivo. Hoje, o modelo mais recente de USB é a 3.0. Ela fornece uma taxa de transferência de dados de até 4.8 Gbps e um fornecimento de energia cerca de 80%­ maior que suas versões anteriores.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.