Photo by Nahel Abdul Hadi on Unsplash
Criminosos se passam por equipe de famosos para roubar contas do WhatsApp Criminosos se passam por equipe de famosos para roubar contas do WhatsApp

Criminosos se passam por equipe de famosos para roubar contas do WhatsApp

Notícias 13 de janeiro de 2020 Da Redação, com assessoria

O mais novo golpe que visa roubar o WhatsApp da vítima está oferecendo ingressos gratuitos em nome de um famoso. Segundo especialistas da Kaspersky, o esquema funciona da seguinte maneira: o suposto organizador de um evento VIP liga dizendo que tem ingressos grátis. O golpista, então, diz que enviou um código por SMS e solicita que a pessoa confirme os seis números recebidos. O que a vítima não percebe é que, na verdade, é o código de verificação de sua conta no WhatsApp. Caso a vítima passe esta informação, o criminoso conseguirá acessar o aplicativo e roubar as informações disponíveis.

Leia mais:
Hacker: entenda como os criminosos virtuais atuam e como se proteger de ataques
Site mostra se seus dados já foram vazados por hackers
Câmera, ventilador e até babá eletrônica: conheça métodos curiosos de invasão

Com acesso à conta, o golpista poderá se passar pela vítima e pedir dinheiro aos seus conhecidos. E ainda há uma evolução nesse esquema. Para permanecer mais tempo com o WhatsApp, os criminosos estão ativando a dupla autenticação nas contas das vítimas que não o tinham configurado, o que impede que seu verdadeiro dono possa recuperá-la.

Também foi verificado alguns casos em que contas roubadas foram usadas para acessar o WhatsApp dos contatos da vítima. Essa prática não está tão disseminada quanto a desculpa para a festa VIP, pois exige que o criminoso crie a engenharia social personalizada, baseadas no histórico de mensagens com as possíveis vítimas. Mas a dinâmica é a mesma.

Para evitar este golpe, a Kaspersky listou algumas dicas para se proteger:

– A dupla autenticação é um código de seis dígitos que o proprietário do WhatsApp cria e que será solicitado sempre que ele instalar o app em um novo dispositivo. Para ativá-lo, clique aqui.

– Solicite que seu número seja retirado das listas de IDs de aplicativos que identificam chamadas. Eles podem ser usados por golpistas para encontrar seu número a partir do seu nome.

– Quando possível, os usuários devem evitar usar a autenticação de dois fatores via SMS, optando por métodos mais seguros como a geração de uma autenticação única (OTP), via app (como o Google Authenticator) ou o uso de um token físico.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Na galeria, conheça alguns hackers famosos por suas façanhas:

 
 
<
>
Menu