Tags

Dicas

Conheça 5 jogos para aprender brincando

Créditos: Chapendra via Visualhunt.com / CC BY-NC
28 julho, 2016
Da Redação, com assessoria

Alguns games fazem associação com temas que integram as disciplinas ensinadas na escola e podem despertar o interesse dos alunos, incentivando-os a conhecer melhor o assunto. O Stoodi – startup de educação a distância que oferece videoaulas, plano de estudos e monitorias ao vivo – preparou uma lista com cinco jogos deste modelo, que podem fazer o estudante se divertir bastante, mas depois sair correndo para os livros, computador, tablet ou smartphone para conhecer mais sobre as inspiradoras histórias reais.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas

SimCity – Geopolítica
A primeira versão do SimCity – game no qual o jogador cria e controla a infraestrutura de uma cidade – foi lançada em 1989. De lá para cá, a qualidade dos gráficos melhorou bastante e os desafios ficaram mais complexos. Mas o que se manteve intacto em todas as edições do jogo é a coerência com a realidade. Liberar o funcionamento de jogos de azar na cidade, por exemplo, pode impulsionar a arrecadação do município, mas também vai fazer a criminalidade aumentar. Se o jogador não souber investir de forma equilibrada nos diferentes setores da economia e não tiver claros os conceitos de sustentabilidade, urbanismo e transporte público, sua cidade será caótica.

Democracy – Filosofia política
Se em SimCity, o jogador tem o cargo de prefeito, em Democracy ele pode ser presidente, primeiro-ministro e até um ditador austero. Apesar de não ser muito rico em atrativos gráficos, o game compensa na constituição dos regimes de poder, que é retratada com detalhes. O jogador vai sentir na “pele” os efeitos causados por suas medidas de governo junto à população, que refletirão nas urnas na próxima eleição. O jogo dá até opções de usar manobras questionáveis para “manchar” a imagem dos candidatos concorrentes. Qualquer semelhança com a realidade…

Battlefield – História
Por mais triste que seja, aprender sobre as grandes guerras que ocorreram é essencial para entender como o mundo funciona. O Battlefield recria com máxima fidelidade as batalhas que ocorreram, inclusive, com armas, veículos, trajes e objetivos idênticos aos usados pelos soldados reais. A primeira versão do jogo se passava na 2ª Guerra e transportava o jogador para as batalhas de Normandia, de Midway e de Guadalcanal, mas a franquia já abordou combates contemporâneos com exércitos norte-americanos e do Oriente Médio. Com lançamento programado para outubro, o novo Battlefield recriará a 1ª Guerra Mundial.

SPORE – Biologia
Observar seu personagem frágil evoluir, ganhar habilidades e zerar o jogo é gratificante. O SPORE leva essa experiência a outro nível ao remontar a origem do universo. A ideia vem sendo aclamada porque faz o jogador começar seu desafio como um simples micróbio que luta para se manter vivo na face do planeta. Com o tempo, e dependendo das escolhas que fizer, o jogador poderá destravar novas formas de vida, desenvolver-se como uma nova criatura, unir-se em tribos, construir cidades e até conquistar novos territórios.

Angry Birds – Física
Aqui não temos um capítulo da história, mas aprender física pode ficar mais divertido com o jogo Angry Birds, no qual saber aplicar o conceito de movimento parabólico é essencial para lançar o passarinho no alvo com precisão. O game envolve as seguintes energias mecânica, potencial gravitacional, cinética e elástica, além de conceitos de aceleração, velocidade, força, atrito, massa, impulso, trabalho e gravidade – ufa! O game foi baixado em 2 bilhões de celulares e ostentava o título de mais popular do planeta. Pelo menos enquanto o Pokémon GO não é lançado mundialmente.

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book sobre segurança na internet.