O Copywriting bem aplicado pode aumentar suas vendas na web O Copywriting bem aplicado pode aumentar suas vendas na web

Engana-se o empreendedor que acredita que somente uma boa oferta de seu produto será suficiente para garantir as vendas. O empreendedor digital e idealizador dos sites Empreendedor Digital e Férias Sem Fim, Bruno Picinini, comenta que outros cuidados também precisam ser tomados para­ que o empreendimento seja bem-sucedido. No que diz respeito especificamente a negócios online, o especialista destaca algumas dicas práticas referentes ao CopyWriting – a arte de vender por meio de palavras.

Vale lembrar que, apesar de a oferta não ser o único método a ser considerado na hora de gerar mais vendas, ela continua sendo muito importante. A oferta precisa envolver algo que a pessoa realmente deseja e que vai gerar ganho para a empresa. Para isso, é preciso basear as escolhas em argumentos sólidos, como depoimentos de autoridades, estudos científicos e matérias jornalísticas.

O empreendedor precisa também, de acordo com Picinini, ser mais específico em seus argumentos de venda. Nesse sentido, tome cuidado com excesso de adjetivos e advérbios. “Como regra básica para seu copywriting, releia seu texto, procure os adjetivos e advérbios e, se possível, corte-os. Eles quase não fazem diferença”, destaca. O especialista sugere ainda que o empresário traduza os adjetivos e advérbios em informações mais específicas, procurando explicar de maneira tangível por qual razão a oferta é tão boa quanto ele diz. A dica é substituir um “rapidamente”, por exemplo, por um número de dias específicos que possam ser medidos e marcados no calendário. Fornecer informações mais palpáveis já é uma amostra de que o empresário sabe do que está falando.

No momento de estabelecer o preço do produto ou do serviço ofertado, o empreendedor também precisa ser muito específico. Picinini indica a divisão do valor por mês, semanas ou dias para que seja possível fazer comparações como “esse produto não custará um café por dia”, comportamento comum em muitos e-commerces. Comparações simples com o dia a dia do visitante podem ajudar a grudar a oferta na cabeça do público-alvo. Dessa maneira, sempre que o visitante se encontrar na situação comentada em seu site, se recordará da sua oferta. “Se a pessoa lembrar de você, há mais chances de ela abrir seu e-mail, clicar em um anúncio, ver um vídeo e comprar”, enfatiza.

Menu