David G Silvers
Após prisão de Julian Assange, WikiLeaks libera mais material polêmico Após prisão de Julian Assange, WikiLeaks libera mais material polêmico

Ontem (11), o cofundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi preso na embaixada do Equador em Londres, na Inglaterra. Horas depois, o Wikileaks liberou na web uma série de documentos secretos de governos de várias partes do mundo. Nos novos arquivos, há informações e dados até então inéditos do projeto — que ficou famoso em 2010, após vazar informações confidenciais do exército e da inteligência dos Estados Unidos.

Leia mais: 
UVB-76: a rádio russa fantasma que emite mensagens misteriosas
Conheça os três enigmas mais difíceis e desafiadores da internet
As 5 teorias da conspiração mais bizarras que nasceram na internet

Entre os novos arquivos vazados, destacam-se os relacionados ao desaparecimento da menina Madeleine Mccann, a acidentes nucleares em diversos países ao redor do mundo, e o enigmático projeto FEMA. No Brasil, há dados sobre Roseana Sarney e Tasso Jereissati.

Para ter acesso aos arquivos vazados pelo WikiLeaks basta acessar essa página aqui. Caso queira ver algum arquivo, basta clicar sobre ele.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

 
 
<
>

 

Menu