Por R$ 1.900, Zenfone 3 tem alta capacidade de armazenamento e bateria duradoura Por R$ 1.900, Zenfone 3 tem alta capacidade de armazenamento e bateria duradoura

A Asus trouxe para o mercado premium mais uma opção de peso: o Zenfone 3. Dono de hardware caprichado, design refinado e sistema de reconhecimento digital, o aparelho pode ser uma boa opção para quem procura um dispositivo top de linha. O preço de R$ 1.499,00, contudo, pode não agradar o bolso dos usuários com o orçamento mais apertado.

Dono de uma tela de 5,5 polegadas Full HD, o modelo impressiona pelo brilho altíssimo, característica que mantém uma boa visualização do conteúdo exibido mesmo com excesso de luz natural no ambiente. O display também reproduz vídeos com imagem impecável, sem pixels aparentes ou cores opacas.

Com Android 6.0, a Asus personaliza a interface com uma série de aplicativos. O desagradável é que alguns deles podem não ter nenhuma utilidade para boa parte dos usuários, como o app do flash externo da marca, produto que não está incluso na caixa do Zenfone 3.

Apesar do excesso de aplicativos pré-instalados, o modelo roda tudo com bastante fluidez. Isso porque ele é equipado com processador Snapdragon 625 octa-core de 2.0 GHz e memória RAM de 4 GB. O armazenamento de dados também não fica para trás, o modelo tem 64 GB de memória com a possibilidade de expansão de até 2 TB  com um cartão microSD.

Com relação à bateria, o Zenfone 3 também é cumpridor. Com baterias de 3.000 mAh, o modelo tem boa autonomia e pode chegar com energia de sobra ao fim do dia para boa parte dos usuários comuns, que usam apenas redes sociais, câmera e música, por exemplo.

Raio-X

Nome: Asus Zenfone 3
Sistema operacional: Android
Tela: 1920 x 1080,  5,5 polegadas
Armazenamento: 64 GB (expansível até 2 TB via cartão microSD)
Processador: octa-core de 2.0 GHz
Câmera (traseira e frontal): 16 megapixels e 8 megapixels
Dimensões (LxAxP):  7,7 x 15,2 x 0,76 centímetros
Peso: 155 gramas
O que anima: design refinado; display brilhante e colorido; alta capacidade de armazenamento interno e externo;
O que decepciona: bandeja de SIM card híbrida; sensor de impressão digital na traseira pode inutilizar o recurso em alguns casos;
Preço: a partir de R$ 1.899,00
Site oficial: goo.gl/E31KaV

Disponível nas cores gold, branco e preto safira, o Zenfone 3 tem design elegante. Ele conta com bordas de metal, tela levemente curvada perto das laterais e traseira plana de vídro para fechar o pacote. Com relação ao posicionamento dos botões e entradas, vale destacar que a saída de áudio fica na parte de baixo do dispositivo, bem como a entrada USB, enquanto o sensor de impressão digital fica na parte de trás (o que pode inutilizar o recurso quando o aparelho está apoiado em uma mesa, por exemplo).

Com função dualchip, o modelo peca por ter uma bandeija de SIM card híbrida. Essa característica faz com que o usuário tenha que escolher entre usar duas linhas ou um cartão microSD.

Voltando ao sistema de reconhecimento de impressão digital, ele se mostrou bastante eficiente. Durante os testes do 33Giga, o sistema desbloqueou o aparelho e abriu o aplicativo da câmera (opção personalizável) em poucos segundos. A funcionalidade também foi útil na hora de tirar selfies, pois basta um leve toque sobre o sensor para fazer o disparo.

Por falar em selfies, o Zenfone 3 garante 8 megapixels de resolução na câmera frontal e uma abertura de f/20 que faz fotos mais do que agradáveis para as redes sociais. A traseira, mais encorpada, tem 16 megapixels, estabilização óptica e eletrônica e grava em 4K. Com direito a seis lentes protegidas por safira, apesar de não fazer imagens surpreendentes, garante fotografias muito satisfatórias e não decepciona.

O Zenfone 3 também tem uma versão um pouco menor, de 5,2 polegadas. As configurações do irmão mais novo são compostas pelo mesmo design, processador e capacidade fotográfica, mas ele conta com 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento e bateria de 2.650 mAh a preços a partir de R$ 1,499 na loja da marca.

 
 
<
>
Menu